Oficina da Net Logo

Impossível acreditar: Homem transmite assassinato de bebê pelo Facebook

Infelizmente, o recurso de transmissão ao vivo do Facebook está sendo usado também para mostrar crimes graves.

Por | @oficinadanet Redes sociais Pular para comentários

Através da opção de vídeos do Facebook, em especial o Live, é possível o compartilhamento de material ao vivo. Os internautas, ao que tudo indica, aprovaram a opção da rede social, e cada vez mais utilizam o recurso. Infelizmente, não somente coisas boas acabam sendo transmitidas, mas também crimes.

De acordo com reportagens de agências internacionais, um tailandês filmou a si mesmo matando a filha de apenas 11 meses. Antes de cometer o suicídio, o homem postou dois vídeos com imagens bastante fortes do assassinato. Difícil até descrever, mas as cenas mostram o homem amarrando uma corda no pescoço da criança antes de jogá-la de um prédio na cidade de Phuket.

O material já foi retirado do ar pelo Facebook, mesmo assim, várias pessoas tiveram acesso ao conteúdo.

“Esse é um incidente terrível e nossos corações estão com a família da vítima. Não há absolutamente nenhum espaço para o conteúdo desse tipo no Facebook e o vídeo foi removido”, disse um porta-voz da rede social, com sede em Cingapura. Leia em destaque: Como reconhecer e denunciar Fake News no WhatsApp e Facebook?.

Vale lembra que, recentemente, outro caso chocou os internautas. Steve Stephens, em Ohio, nos Estados Unidos, atirou em um idoso que encontrou na rua. O assassinato também foi transmitido pelo Facebook. O assassino, na ocasião, disse: “Encontrei alguém que estou prestes a matar. Estou prestes a matar esse cara, esse cara mais velho”. Após isso, ele atirou. O acusado também cometeu o suicídio.

Antes a isso, um garoto de apenas 13 anos se matou ao vivo pelo Instagram.

MAIS SOBRE: #facebook  #live  #transmissao  #assassinato
Comentários
Carregar comentários
  • PARTICIPE DA NEWSLETTER

    As novidades de tech no seu
    e-mail, inscreva-se grátis ;)