O que é PFC Ativo?

Descubra o que é o PFC ativo que você vê nas configurações da fonte do seu computador.

Por | @grasiel_grasel Hardware

Por mais que grande parte dos usuários costume não dar muita importância para a fonte de seus computadores, escolher um bom equipamento para lidar com a energia de sua máquina é de extrema importância, afinal, é a sua fonte que está ligando todos os componentes do PC à energia elétrica e é ela quem também pode acabar com eles.

Uma das nomenclaturas que hoje já é muito comum vermos nas especificações de uma fonte é a “PFC”, sigla para “Power Factor Correction” (Fator de Correção de Força), e este aspecto pode ser dividido em dois tipos, o PFC Ativo e o PFC Passivo. Vamos entender um pouco melhor o que seria esta tecnologia?

A partir de 2004/2005 começaram a surgir no mercado novas fontes utilizando PFC, tendo o recurso implementado através de um circuito adicional que reduz a diferença, fazendo com que o fator potência esteja mais próximo de sua eficiência máxima.

O que é PFC Ativo?

O PFC serve, basicamente, para melhorar a eficiência de uma fonte e diminuir a sua perda de energia, o que acaba diminuindo a geração de calor e a necessidade de uma refrigeração. Nos dias te hoje a tecnologia é tão conhecida que é relativamente difícil encontrar uma fonte popular no mercado que não possua alguma forma de PFC, tanto que em vários países da Europa é proibida a comercialização de fontes sem ela, uma medida adotada no combate contra o desperdício de energia.

É possível também separar as fontes em três “categorias”, a sem PFC, com PFC Passivo e com PFC Ativo. Para você entender melhor cada uma, segue uma tabela abaixo, precedendo exemplos para especificar cada uma.

Tipo da Fonte Eficiência Perda de energia
Fonte sem PFC De 50% a 60% De 40% a 50%
Fonte com PFC Passivo      De 70% a 80%      De 20% a 30%
Fonte com PFC Ativo De 95% a 99% De 1% a 5%

 

Sendo assim, temos como resultado:

  • Uma fonte de 300W com 50% de eficiência no limite da carga vai consumir 450W, 150W serão desperdiçados na forma de calor.
  • Uma fonte de 300W com 70% de eficiência no limite da carga vai consumir 390W, 90W serão desperdiçados na forma de calor.
  • Uma fonte de 300W com 95% de eficiência no limite da carga vai consumir 315W, 15W serão desperdiçados na forma de calor.

O que é PFC Ativo?

Os circuitos de PFC passivos são os mais simples, compostos basicamente por um conjunto adicional de indutores e capacitores. Eles melhoram o fator de potência da fonte, elevando-o para até 70 ou 80%, o que é melhor do que nada, mas ainda não é o ideal. Os circuitos de PFC passivo são muito usados em fontes de celular e outros dispositivos pequenos (eles são um pré-requisito mínimo nos países da União Europeia) mas caíram em desuso no PC, onde são encontrados apenas em fontes baseadas em projetos antigos.

Os circuitos de PC ativo, por sua vez, são compostos por componentes eletrônicos, incluindo um circuito integrado, FETs e diodos, que operam de maneira muito mais eficiente, elevando o fator de potência para 95 ou até mesmo 99%, praticamente eliminando a diferença entre watts e VA. Eles são os mais usados em fontes de PC, já que são necessários para atender aos requisitos do 80 PLUS.

O que é PFC Ativo?

Nos dias de hoje é imprescindível ter uma fonte com PFC, pois, embora o seu custo seja um tanto maior, basta fazer o cálculo de quanta energia é desperdiçada em relação ao tempo que seu computador fica ligado para constatar que seu valor logo é coberto pela economia de energia.

E você, possui uma fonte com PFC ou ainda anda desperdiçando energia atoa? Hahaha :)

Mais sobre: fontes, computador, hardware
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários