Umas das dicas de segurança mais indicadas para se proteger no universo online são as senhas fortes. Contudo, muita gente parece esquecer os riscos que um ataque hacker pode significar e dá pouca importância para a palavra-chave que protege suas contas de e-mail, redes sociais e até mesmo contas em banco.

Veja também: 

Uma pesquisa realizada pela empresa de segurança digital Keeper revelou as senhas mais usadas em 2016. O estudo levou em consideração 10 milhões de combinações vazadas em violações de dados e descobriu que as mais populares incluem variações de "123456" e palavras como "qwerty" ou "password", por exemplo. Ainda segundo o levantamento, quatro das 10 senhas mais utilizadas em 2016 possuem menos de seis caracteres.


Senhas mais utilizadas incluem sequencias numéricas óbvias (Imagem: Reprodução/Internet)

Conforme a pesquisa, estes tipos de senhas podem ser facilmente descobertos. Senhas sequenciais de seis caracteres podem ser descobertas em questões de segundos por softwares de cracking. O mesmo vale para os aleatórios, como "18atcskd2w".

Abaixo, confira a lista completa das senhas mais comuns em 2016 e veja se a sua está entre elas. Se estiver, já sabe: hora de trocar a palavra-chave.

Em 2015, a lista de senhas mais utilizadas, divulgada por esta mesma empresa, continha palavras como "starwars", "macaco" e "futebol". Ainda que todos estejam cientes da quantidade de informações pessoais que as redes sociais e e-mails guardam sobre nós e os perigos destas informações caírem em mãos erradas, para a empresa, o cenário de descuido com as senhas não vai mudar. "Embora os usuários estejam cientes dos riscos, parte considerável deles nunca vai se esforçar para se proteger", diz a companhia de segurança em nota de divulgação.

Veja também:

Dicas para criar senhas fortes

Confira algumas dicas para criar uma senha forte:

  • Evite senhas que tenham relação com a sua vida pessoal (como data de nascimento ou nome de bichinhos de estimação e parentes, por exemplo).
  • Crie senhas com variedade de números, símbolos e letras, mesclando maiúsculas e minúsculas.
  • Não reutilize senhas antigas.
  • Use sentenças que podem virar siglas. Ex: "Comprei um CD do Bon Jovi por 20 reais", que pode se transformar em "CuCDdBJp20R$".
  • Utilize geradores de senhas, que sorteiam caracteres com base em informações fornecidas pelo usuário.
  • Troque suas senhas frequentemente.
  • Não use uma mesma senha para todas as suas contas.