Turquia bloqueia acesso ao Facebook, WhatsApp, YouTube e Twitter

O site diz que a restrição aos sites está sendo feita pelos provedores de serviços de internet.

Por | @oficinadanet Internet

De acordo com o site TurkeyBlocks, que é responsável pelo monitoramento de todas restrições à internet pelo governo da Turquia, o país bloqueou todo o acesso de seus cidadãos ao Facebook, WhatsApp, YouTube e Twitter. Além destes, Skype e Instagram também foram atingidos.

Turquia bloqueia acesso ao Facebook, WhatsApp, YouTube e Twitter
Facebook, Twitter e WhatsApp são bloqueados pelo governo da Turquia.

Leia também:

O site diz que a restrição aos sites está sendo feita pelos provedores de serviços de internet. A primeira operadora a restringir o acesso a tais redes foi a TTNet, que é associada ao governo. Após, outras operadoras de grande porte turcas também adotaram a medida. Já as operadoras menores não aderiram a causa.

"Restrições de Internet estão constantemente sendo usadas na Turquia para suprimir a cobertura de incidentes políticas, uma forma de censura para evitar a revolta popular", afirmou o TurkeyBlocks.


Como a medida iniciou pela operadora ligada ao governo, é bem provável que as restrições estejam ligadas a uma atitude do governo autoritário de Tayyip Erdogan. Há pouco tempo, Erdogan foi responsável por bloquear o acesso dos cidadãos turcos a sites de armazenamento na nuvem depois do vazamento de e-mails que revelaram o seu esquema de controle da mídia.

O bloqueio pode estar ligado também à detenção de diversos líderes do partido de oposição a Erdogan, o HDP. A polícia turca invadiu a sede do HDP e deteve quinze parlamentares que foram eleitos do partido.

"Supressão das redes sociais tem sido empregada frequentemente por conta de emergências nacionais como ataques terroristas para censurar a cobertura de mídia e permitir que as autoridades tenham um controle sobre a narrativa dos fatos", afirmou o TurkeyBlocks.

Mais sobre: facebook internet twitter
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar