Venda do Galaxy Note 7 se torna ilegal nos Estados Unidos

Agora, todos os revendedores ficam obrigados, oficialmente, a devolver os seus estoques e também estão impedidos de comercializar qualquer unidade do aparelho.

Por | @RafaelaPozzebon Smartphones

Na quinta-feira (15), a Samsung registrou um pedido formal de recolhimento do Galaxy Note 7 junto à CPSC, a comissão responsável pela segurança de produtos domésticos dos Estados Unidos.

Venda do Galaxy Note 7 se torna ilegal nos Estados Unidos

Leia também:

Deste modo, todos os revendedores ficam obrigados, oficialmente, a devolver os seus estoques e também estão impedidos de comercializar qualquer unidade do aparelho.

“A bateria de íon-lítio nos smartphones Galaxy note 7 podem superaquecer e pegar fogo, causando um sério risco de queimaduras aos usuários”, diz o documento. “Consumidores devem parar de usar e desligar imediatamente os (...) dispositivos Galaxy Note comprados antes de 15 de setembro de 2016”.

A Samsung afirma que cerca de 1 milhão de dispositivos podem estar afetados com o problema. A empresa já recebeu 92 reclamações, sendo que em ao menos 26 casos houve queimaduras.

Posicionamento oficial enviado pela Samsung

Samsung convoca usuários do Galaxy Note7 a participar imediatamente do programa de substituição

“Há pouco mais de uma semana, a Samsung Electronics anunciou um programa global de substituição para o Galaxy Note7 como medida preventiva devido a um problema com a célula da bateria. Desde então, estamos trabalhando arduamente para acelerar o envio dos produtos, a fim de concluir esse programa de troca, minimizando qualquer possível inconveniência para nossos clientes. Na semana passada, entendemos que nossos consumidores estão preocupados e queremos enfatizar a importância da troca do produto.

“Nossa prioridade número um é a segurança de nossos consumidores. Estamos pedindo aos usuários que desliguem seus Galaxy Note7 e o substituam o mais rápido possível”, disse DJ Koh, presidente global da divisão mobile da Samsung Eletronics. “Estamos acelerando a substituição dos dispositivos para que eles possam ser entregues por meio do programa de troca do modo mais conveniente possível e em conformidade com as regulamentações vigentes. Agradecemos sinceramente a nossos clientes pela compreensão e paciência.”

Mesmo havendo apenas um pequeno número de incidentes relatados, a Samsung está bastante atenta para oferecer aos clientes o suporte necessário. A Samsung identificou o lote afetado e interrompeu as vendas e remessas desses smartphones. Nós estamos também colaborando com as agências regulatórias nacionais.

Os clientes que possuem o Galaxy Note7 podem trocar seu aparelho atual por um novo, de acordo com a disponibilidade local. Recomendamos aos usuários do Galaxy Note7 que entrem em contato com o lugar de compra ou liguem para a central de atendimento indicada na região o mais brevemente possível.”

Mais sobre: GalaxyNote7, samsung, bateria
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários