Review Samsung Galaxy J5 (2016)

O smartphone mais procurado pelos usuários brasileiros passou aqui pela redação do Oficina da Net. Será que ele é a melhor opção de compra intermediária?

Por | @marciobohrer Smartphones

Integrante da família J da Samsung, o J5 Metal é a versão 2016 de um smartphone intermediário produzido pela Samsung. Junto do 5, a sul-coreana oferece também as opções mais em conta (J1, J2, J3) e mais avançada (J7). Em 2015 quando apresentados, os modelos da linha “J” eram confeccionados em plástico. Em 2016 eles ganham ao menos as bordas de metal para dar acabamento mais sofisticado aos smartphones.

A Samsung, que inclusive é uma das marcas com mais opções de smartphones no mercado mobile mundial, oferece também a família “A”, “E” e as já consagradas famílias “S” – do Galaxy S7/S7 Edge e Note.

>>> Veja o review de outros smartphones Samsung

O Galaxy J5 é bem mais modesto que os top de linha, mas surpreendeu positivamente este que vos escreve. O aparelho está realmente agradável, com tamanho de tela excelente, um hardware médio, mas que desempenha todas as tarefas do dia a dia com tranquilidade. Posso dizer que a empresa acertou no equilíbrio entre hardware/software para oferecer um smartphone competitivo no mercado intermediário sem sacrificar um preço acessível.

O Galaxy J5 Metal foi cedido por empréstimo pela Cissa Magazine

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Até pouco tempo, eu disperdiçaria tempo para olhar os produtos da linha J, mas em 2016 a Samsung me surpreendeu. O J5 Metal só pelo visual já me agrada. Vamos ver como ele se comporta quando o que queremos é desempenho?

Já disse isso em outras oportunidades e reforço aqui, a Samsung acertou na composição de design de seus produtos a partir do Galaxy S6. O J5 Metal possui o estilo de design antigo, mas está bem construído e as bordas em metal fazem toda a diferença. A posição dos botões Power e Volume são rigorosamente iguais ao restante do catálogo Samsung (power na direita e volume à esquerda). Da mesma forma a entrada microUSB e o conector para fones de ouvido ficam na borda inferior do J5.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Na parte de trás uma capinha fina de plástico, removível, que dá acesso ao slot para inserção dos microSIMs, cartão de memória e Bateria. Visíveis externamente, o flash para a câmera traseira, a saída e som e a câmera.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Quando olhamos o J5 de frente, podemos notar a presença de um flash para selfies (que funciona como uma luz contínua), o sensor de proximidade e a câmera frontal de 5 MP; os botões auxiliares são capacitivos – cuja resposta não é tão rápida quanto pensei. O Home, bem ao meio, é bom, mas um pouco duro.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Display

Em relação à versão 2015, o J5 recebeu uma tela maior, agora são 5,2 polegadas de um display SuperAMOLED de resolução HD (1280x720). O termo SuperAMOLED pode tranquilizar qualquer usuário, afinal, é uma tecnologia consagrada pela Samsung e oferece uma profundidade de 16 milhões de cores. Com o Galaxy J5 o usuário tem uma tela rica em cores, excelente definição, contraste e iluminação.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Os momentos nas redes sociais, "correndo" com alguns games ou curtindo uma seção de cinema no celular serão bem agradáveis junto desta tela excelente.

O Galaxy J5 Metal possui um conjunto de hardwares intermediários, mas que consolidam um bom desempenho para quem procura um smartphone bom e com preço acessível. O processador é um Qualcomm Snapdragon 410 Cortex-A53 quad-core de 1,2 GHz. O processamento gráfico fica por conta da GPU Adreno 306. Ele possui ainda 2 GB de memória RAM – que fazem o transporte de informações entre o processador e o armazenamento interno. A soma destes componentes dá ao usuário um smartphone um desempenho razoavelmente satisfatório. O Galaxy J5 vem equipado com 16GB de armazenamento interno (quase 5GB utilizados pelo SO), mas pode receber o auxílio de um cartão MicroSD de até 128GB para guardar fotos e outros dados.

Sob o esforço de rodar games mais exigentes, como Asphalt 8, Modern Combat e até o Pokemon Go, o J5 Metal foi surpreendentemente bem. No Asphalt 8, por exemplo, o smartphone não travou mesmo no máximo da performance do game, mas há sim uma perda de frames durante a jogatina. Com os gráficos no REGULAR, o jogo fica muito mais fluído. O mesmo ocorreu quando jogamos o Modern Combat 5.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Usei também alguns games mais simples, mas que com o tempo decorrido começam a aquecer o smartphone, como o Brain Dots. Com eles o smartphone se comportou muito bem, novamente.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Nos benchmarks, o J5 sofreu com a exigência dos testes em 3D, por exemplo, mas seu desempenho ficou dentro do nível intermediário. Um de seus concorrentes diretos, o Lenovo Vibe K5, teve desempenho superior.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)
AnTuTu - Nota média

Review Samsung Galaxy J5 (2016)
Vellamo - Nota média

Review Samsung Galaxy J5 (2016)
3D Mark - Nota média

Com vários aplicativos abertos simultaneamente, o J5 é um pouco lento na troca entre os apps, podendo não agradar aos usuários que já possuíram um smartphone mais potente ou àqueles que desejam um smartphone mais veloz.

Bateria

Contendo 3100 mAh de potência, a bateria do Galaxy J5 se credencia a suportar ao menos dois dias inteiros longe das tomadas, caso você o utilize com moderação. Sob uso intenso você vai ter de se contentar com um dia bem aproveitado.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Lembro que a Bateria é removível, dando liberdade ao usuário para trocar a peça, caso ocorra algum problema no futuro.

Câmera

Sem dúvidas um dos pontos mais pesquisados pelos usuários em um bom smartphone é a capacidade que ele tem de tirar boas fotos, tanto na câmera traseira como na ~boa e velha~ selfie. No Galaxy J5 Metal a câmera traseira de 13 Megapixels, possui abertura f1.9 que dá rapidez no momento do “clique” e também permite fotos com aquele fundo desfocado. Se você quiser umas dicas para tirar boas fotos com smartphone, este artigo pode lhe ajudar.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Além do modo automático, o usuário tem a opção de fotografar de forma panorâmica, esportes (que acelera o obturador digital a fim de captar uma imagem em movimento), Pro (com três ferramentas manuais de produção – Balanço de branco, ISO e incidência de luz.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Também dá para alterar o tamanho da foto entre os 13MP até 2,4MP com resolução menor.

Na câmera frontal, além da câmera de 5 MP, a Samsung oferece uma espécie de flash para ajudar nos momentos de pouca luz. Basicamente o LED frontal fica aceso continuamente para captar uma selfie. Gostei.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

O resultado das câmeras é satisfatório diante da exigência que a categoria impõe. A Samsung está entregando, apesar da simplicidade, softwares e hardwares de câmera muito consistentes.

O Galaxy J5 Metal 2016 vem na caixa com Android 6.0 Marshmallow. Uma ótima pedida, já que, conhecendo a Samsung, o Android Nougat vai demorar. Portanto, podemos dizer que o smartphone já chega com Android atualizado e a interface TouchhWiz renovada, leve e intuitiva.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

O ponto negativo está realmente no desempenho com trocas entre apps e a demora na resposta táctil.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

Fora este detalhe, o Galaxy J5 vem organizado, com uma pasta para reunir os aplicativos nativos da Samsung, como o Galaxy Apps – que sempre tem ofertas e promoções. Outro destaque é o My Knox, S Health e Rádio. O usuário tem ainda aplicativos Microsoft como o Office, Onedrive e o Skype.

O mercado de smartphones está bem disputado, contemplando ótimos aparelhos e preços que cabem no nosso bolso. Na categoria intermediária, podemos observar que a Lenovo, na figura do Moto G, tem a liderança quando falamos em número de vendas, na soma das gerações. Mas as outras fabricantes têm seus representantes, como a LG e o K10, a Lenovo e o Vibe K5 e a própria Samsung, com toda a linha J, E e A.

Dentro deste panorama competitivo, o Galaxy J5 está bem posicionado como boa opção de compra até os R$ 1.500,00, embora o J7 – com tela maior, hardware mais potente e preço elevado, seja uma opção para quem quer um display maior (5,5”). O mesmo ocorre com os modelos Galaxy A (3/5/7) e seus respectivos preços. 

[SPEC]17186,17190,15328[/SPEC]

O Galaxy J5 é um bom smartphone intermediário e você pode encontrá-lo por valores abaixo dos mil reais, como na Cissa Magazine. Seu processador quad-core desempenha bem as funções de um dia a dia corrido e com muito acesso à redes sociais, navegação na internet e jogo leves. O aparelho sofre um pouco quando a jogatina busca games mais pesados, mas adaptando as configurações gráficas, dá para se divertir. Ademais, o display super iluminado, seu tamanho ideal e a ótima câmera, podem ser mais que suficientes para você que busca preço bom e distância de problemas com travamentos.

Caso você queira uma segunda sugestão, o Lenovo Vibe K5 segue a mesma linha de relação custo/benefício e deve ter seu review divulgado aqui nos próximos dias.

Review Samsung Galaxy J5 (2016)

[relatorio]

Mais sobre: samsung, smartphones, Galaxyj5
Share Tweet
  • Quer receber novidades sobre Reviews de smartphones?

    Preencha o formulário abaixo para se cadastrar:

  • Preencha para confirmar

DESTAQUESRecomendadoMais compartilhadosObjeto Relacionado
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar