Rastreamento de IP: o que ele nos ensina sobre a vulnerabilidade na internet

A possibilidade de qualquer indivíduo descobrir a localização de outra pessoa, tendo em mãos o endereço de IP do computador do mesmo, escancara algo que já sabíamos: é praticamente impossível manter-se no anonimato com a internet.

Por | @oficinadanet Segurança digital

Segurança, privacidade e internet são conceitos que não andam bem de mãos dadas se pararmos para pensar em como nossos dados e informações ficam à mercê de qualquer pessoa que tenha o mínimo de conhecimentos em informática ou tecnologia, com uma simples navegação na internet, ou em um clique oriundo de uma rápida distração. Enquanto nos deleitamos com aplicativos e redes sociais, os mesmos nos pedem, no momento da inscrição, acesso a diversas informações pessoais, como nossa localização, dados de e-mail, contato de telefone e, inclusive, solicitam livre acesso a nossas câmeras e microfones, seja do smartphone ou do computador. Algo que concordamos consciente ou inconscientemente.

Rastreamento de IP: o que ele nos ensina sobre a vulnerabilidade na internet

Na maior parte das vezes, estas informações são utilizadas com fins comerciais pelas empresas, para que elas saibam o que nos vender e como oferecer seus produtos, aproveitando nossos dados e gostos para nos entregar conteúdos que nos despertem interesses e desejos.

Contudo, também estamos sujeitos a hackers ou crackers, ou até mesmo a pessoas sem muitos conhecimentos técnicos de rede, mas que estão curiosas por nossas vidas. Achou estranho esta última afirmação? Pois saiba que qualquer pessoa consegue, por exemplo, rastrear a nossa geolocalização, tendo em mãos apenas o endereço do IP do nosso computador.

IP é o principal protocolo de comunicação pela Internet. Cada computador tem um número único que lhe é atribuído e este endereço é transmitido para quaisquer servidores que você visitar, sendo registrado nos mesmo, ou seja, deixando um rastro da sua atividade na internet. Existem dois tipos de IP: o estático, que permanece inalterado, a não ser que o processo seja feito manualmente, e o dinâmico. Neste caso, cada vez que o usuário acessa a rede, um número diferente e único lhe é atribuído. Com o IP em mãos é possível descobrir a sua localização.

Mas, para descobrir minha localização, é preciso saber o número do meu IP, certo? Correto. E isto não é de fácil acesso, certo? Bom, já foi menos acessível. Atualmente existem diversas formas de descobrir o endereço de IP de um computador e a pessoa sequer precisa ser um mestre da informática para conseguir esta façanha. Faça uma rápida pesquisa no Google e irás te surpreender com a quantidade de tutoriais que ensinam como encontrar o endereço de IP de uma pessoa, que pode ser feito inclusive pelo Facebook, e-mail ou Skype.

Com o endereço de IP em mãos, é só jogar as palavras chaves no buscador do Google: descobrir; localização; IP, que mais uma série de textos aparecem indicando sites que conseguem rastrear e localizar geograficamente, qualquer internauta, por meio do IP de seu computador. E de forma gratuita. Claro que esta informação pode vir com uma pequena margem de erro. A localização física indicada não é exata, mas sim aproximada.

Veja também:

Tenho que admitir aqui que isto não é de todo ruim. Assim, esta ideia de impunidade e de anonimato que se tem da internet perde a força. Muita gente usa a rede mundial de computadores para espalhar o ódio, com mensagens machistas, racistas e homofóbicas, usam a internet para denegrir a imagem das pessoas e por aí vai, se escondendo atrás de perfis falsos, com a ideia de que jamais serão descobertos.

Mas, embora pareça, a internet não é uma terra sem lei. Mesmo que a justiça ainda caminhe tímida na resolução destes casos, ela tem meios de descobrir de onde estão sendo enviadas as mensagens ofensivas e chegar até o autor dos ataques. Não é tão simples, pois saber a localização do computador não garante que o proprietário da máquina seja realmente culpado pelos crimes cibernéticos. Por isso, dados como horário e data de utilização, que coincidam com os ataques, também são importantes. Normalmente, com o IP, você não consegue ter o conhecimento do nome real da pessoa que está usando o IP, os ISPs normalmente só liberam essas informações sob ordem judicial. Mas, é importante para quem deseja denunciar estes tipos de abuso, reunir o máximo de provas possíveis, salvando o conteúdo, páginas e perfis.

Rastreamento de IP: o que ele nos ensina sobre a vulnerabilidade na internet

Temos aí um ponto positivo. Contudo, o mais preocupante é que algumas das informações podem ser adquiridas por qualquer pessoa e não apenas pela justiça. Então, o método de rastrear IPs pode ser usado para práticas de má índole. Por isso é importante ficar atendo aos links recebidos. Um clique no link errado e a pessoa que lhe enviou o arquivo já estará com o seu IP.

Muitas das práticas adotadas para descobrir o IP utilizam links que levam a uma página, que fornece ao operador o IP de quem acessou aquele endereço malicioso. Estes links podem ser enviados por salas de bate-papo e até mesmo publicados em forma de uma notícia nas redes sociais. Ao clicar no arquivo o internauta será direcionado a uma página com notícias ou informações de programas, não desconfiando que, na realidade, o site está sendo utilizado para adquirir o IP de seu computador.

Existem ainda ferramentas voltadas a sites que desejam saber o IP de seus visitantes e, consequentemente, a cidade de onde eles acessam. Desta forma, o veículo consegue oferecer conteúdo mais relevante, relacionado à cidade e região do usuário, gerar estatísticas sobre a localização de seus leitores, prever custos de envio ou disponibilidade de produtos e entregas para a região, entre outros. Um exemplo é o programa LocalizaIP, que além de fornecer a localização do internauta, através da digitação de seu endereço IP, também fornece este serviço para empresas. A dica é do leitor Leandro Bravo Silva.

Assim como existem formas de identificar o IP, também há modos de bloquear o endereço IP e impedir que estranhos tenham acesso a sua identificação online. Algumas mais confiáveis, outras nem tanto. Um exemplo de bloquear é utilizando o servidor Proxy. Conectando-se a ele, você ‘sai” da sua rede, seu IP ficará mascarado, como se o tráfego viesse do servidor Proxy e não da sua rede. Existem diferentes tipos de proxies, se for optar por algum deles, fuja dos abertos, no geral eles não são seguros e costumam conter programas maliciosos. Escolha os proxies Web ou VPN.

Seja motivado por boas ou más intenções, algo que fica evidente com esta possibilidade de rastrear o IP e, com ele, obter a localização de qualquer pessoa, é que realmente somos pequenas peças neste universo sem fim que é a Internet. Somos vulneráveis e não há uma forma completamente eficaz de navegar pela rede mundial de computadores, tendo a absoluta certeza de que não há, alguém, em algum lugar do mundo, vasculhando os rastros da nossa navegação. É o preço que se paga para ter um serviço que nos traz facilidade para o dia a dia, conecta pessoas ao redor do mundo e nos proporciona momentos de lazer. Aí eu te pergunto: é um preço justo?

Mais sobre: Internet IP rastreamento
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo