Anonymous divulga dados da diretoria da Anatel

A Anatel, em abril deste ano, estipulou que as empresas poderão limitar o uso de banda larga fixa se o consumidor extrapolar o uso máximo de dados.

Por | @RafaelaPozzebon Internet

Nesta quarta-feira (6), o grupo hacker Anonymous Brasil divulgou os dados de toda a diretoria da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em protesto à mudança de regras que foi anunciada sobre o limite de uso de dados de internet fixa.

Entres as informações expostas estão os números de CPF, RG, e-mail, telefones fixos e celulares, bem como o endereço de vários integrantes do órgão.

Anonymous divulga dados da diretoria da Anatel

Leia também:

A Anatel, em abril deste ano, estipulou que as empresas poderão limitar o uso de banda larga fixa se o consumidor extrapolar o uso máximo de dados, que deverá ser estipulado no contrato. O processo seria semelhante ao que já ocorre nos planos de telefonia móvel.

Com isso, as operadoras terão que fornecer meios de divulgação aos consumidores sobre os seus planos, em um prazo de três meses. No entanto, muitos especialistas dizem que o novo método poderá encarecer o serviço e ainda limitar o acesso dos usuários.

As informações estão em um vídeo postado na página do grupo hacker no Facebook. No post do Anonymous, eles comentam o que poderiam fazer com as informações: "E se a gente cancelasse o serviço de internet fixa na casa deles, e os pacotes de internet 3G dos celulares?", "[Se] Ligássemos em suas residências, para falar pessoalmente o que pensamos a respeito da internet limitada?", e "[Se] Encomendássemos 1 tonelada de areia e pedra, e pedíssemos para o caminhão descarregar na porta de casa?".

Na mesma postagem o grupo ainda solicita que os seus seguidores derrubem uma “página falsa” do grupo, que estaria "lucrando e enganando as pessoas em cima do trabalho de verdadeiros hackers anônimos". A página em questão é verificada pelo Facebook. De acordo com o grupo, a página é usada para promoção de interesses pessoais  “que alegremente divulga sua identidade, na obtenção de lucro financeiro, apoio político e defesa de partidos de direita, e agora, como plataforma de propaganda para seus projetos de ‘empreendedorismo’".

A Anatel ainda não se manifestou sobre o assunto.

Mais sobre: internet, Anonymous, anatel
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários