Qual a diferença entre CPU e GPU?

Você sabe diferenciar CPU de GPU? E a importância destes componentes para o funcionamento do seu computador ou smartphone, você conhece? Continue a leitura para ter estas e outras respostas. Boa leitura!

Por | @oficinadanet Hardware

É muito comum casos de pessoas que confundem CPU com GPU, sem entender ao certo a diferença nas funções desempenhadas por cada uma, bem como também é frequente o gabinete do PC ser chamado erroneamente de CPU. E é por isso que escrevemos este artigo, para explicar qual a diferença entre uma e outra e ainda clarear as ideias sobre a importância tanto da CPU quanto da GPU para o funcionamento de sua máquina. Mas, antes de falar sobre as diferenças, você sabe o que é cada um destes componentes?

A CPU (Unidade Central de Processamento) é o processador de sua máquina. Podemos defini-la como se ela fosse um cérebro, responsável por organizar as diversas ações e funções que serão desenvolvidas pelo aparelho. Está localizada no gabinete do seu PC, que erroneamente é chamado de CPU. Celulares também possuem uma Unidade Central de Processamento que permite armazenar informações importantes do dispositivo.

Qual a diferença entre CPU e GPU?

Já a GPU (Unidade de Processamento Gráfico) é o processador da placa de vídeo, responsável pela renderização de gráficos em tempo real. Possui capacidade de executar cálculos individuais de forma muito rápida. Geralmente elas estão localizadas na parte mais central das placas de vídeo, cercadas pelos demais componentes do dispositivo, mas também podem ser encontradas em placas-mãe, o que permite que o computador seja plugado ao monitor sem a necessidade de uma placa de vídeo, neste caso chamadas de GPU onboard. Elas também estão presentes em dispositivos portáteis.

Qual a diferença entre CPU e GPU?

Diferenças

A principal diferença entre as duas é que a CPU consegue fazer qualquer tipo de cálculo de processamento, inclusive os gráficos, no entanto este processo seria mais lento. E é aí que a GPU se destaca, tomando para si a tarefa de realizar o processamento gráfico. Ela é responsável pelos cálculos de processamento de vetores, texturas, desenhos que compõem as imagens que aparecem em sua tela, tudo isto de uma maneira muito rápida, liberando a CPU para fazer outras tarefas. As Unidades Centrais de Processamento não são tão rápidas, mas são muito mais flexíveis, pois conseguem desempenhar tarefas complexas com maior eficiência.

Cada vez que você assiste um filme em tela cheia, abre uma imagem ou joga um jogo seja pelo videogame, smartphone ou computador, a GPU está por trás gerenciando cada pixel (ponto que representa a menor parte da imagem) que aparece em sua tela enquanto você realiza estas funções. Estes pontos estão em constante mutação. A GPU administra as variadas situações a que cada ponto está vinculado em termos de luminosidade e cor, tudo isso em instantes muito curtos.

Leia também:

Como definir a potência visual de um eletrônico?

Na hora de comprar um eletrônico, para saber a potência visual que ele terá (especialmente para videogames e computadores que serão utilizados na reproducação de jogos com gráficos muito pesados) deve-se fazer uma análise dos elementos gerais da placa de vídeo, afinal a GPU é importante para a renderização de gráficos, mas seu desempenho irá depender de outros fatores, como a quantidade de memória da placa. É importante observar:

Clock (Hertz). É a velocidade de resposta do processador gráfico. Sua medição é feita em Hertz (Hz). Quanto mais alto o valor de Hz, mais rápida será a resposta e seu desempenho.

Quadros por segundo: Refere-se à quantidade de imagens que a placa de vídeo consegue reproduzir por segundo. Quanto maior, melhor a qualidade da placa.

Memória medida em Bytes (MB ou GB). Se refere ao tamanho do armazenamento de memória. Não representa qualidade em termos de potência para a placa, porém quanto mais espaço livre, melhor a circulação das informações.

Memória RAM

É na Memória Ram que ficam armazenados os programas básicos operacionais. Ela é responsável pela leitura dos conteúdos quando requeridos, buscando as informações no HD. Pode-se dizer que a memória RAM não armazena conteúdos permanentemente, mas faz o trânsito de informações. Quanto maior for a memória RAM, maior será sua capacidade de trabalho, que é medida pelo fluxo de bits suportados nas operações.

Muitos sistemas não possuem a memória necessária para executar certos aplicativos, jogos e programas e um dos motivos é a baixa quantidade de memória RAM. Isto porque o número de informações que o programa exige que sejam acessadas ao mesmo tempo do HD não é suportada pela configuração e o sistema fica lento.

APU

APU (Unidade de Processamento Acelerado) alia as funções de processamento normal de uma CPU com o processamento gráfico presente em placas de vídeo de uma GPU, prometendo alto desempenho e tudo isso em apenas um chip. Este tipo de arquitetura foi criada para atender a demanda específica de mercado: o de computadores pequenos, mas com grande poder de processamento gráfico, porém até mesmo consoles de videogames já utilizam APUs e a tendência é que sejam utilizados em tablets e smartphones. Outra vantagem deste tipo de componente é o seu custo mais barato, se comparado ao valor de uma CPU E GPU separadas, sendo que a performance é equivalente. Porém a desvantagem é que se este chip apresentar problemas, você acaba perdendo a CPU e a GPU.

Qual a diferença entre CPU e GPU?

GPGPU

Já existem no mercado novos modelos de GPU, digamos que melhorados. São as GPGPUs (Unidade de Processamento Gráfico de Propósito Geral). Estes componentes utilizam a GPU para tarefas além da renderização gráfica, como processamento de imagens, visão computacional, inteligência artificial, cálculos numéricos, entre outras aplicações, realizando ações que antes eram realizadas apenas pelas CPUs.

CHIPSET

Pode-se dizer que o processador, a memória, o HD e a placa de vídeo são os componentes mais importantes do computador. Mas existe outro componente essencial para o funcionamento do PC. Me refiro ao Chipset, conjunto de circuitos integrados que são responsáveis por fazer com que todos os componentes do computador, desde o disco rígido até o processador possam trocar informações e desta forma realizar as tarefas que exigimos deles.

Qual a diferença entre CPU e GPU?

Ele é dividido em dois componentes principais. Enquanto o ponte norte (northbridge) fica responsável por controlar todos os pontos rápidos do computador, como processador, placa de vídeo e memória RAM, o ponto sul (southbridge) é responsável pelos componentes lentos, o que inclui discos rígidos e portas USB. Sabe quem divide o que será processado pela CPU e o que será processado pela GPU? Isto mesmo, o chipset. Ele faz com que os componentes rápidos solicitem informações ao disco rígido. Após isso eles as carregam na memória e dividem quem deve agir, se é a CPU ou a GPU, interferindo diretamente no desempenho do computador.

Então, ao adquirir um PC, fique atento ao desempenho do chipset. De nada adianta ter um processador top de linha com uma placa de vídeo de alto desempenho, se estes componentes não puderem se comunicar entre si com a mesma rapidez.

Os eletrônicos são como o nosso corpo humano, dependem de vários fatores para funcionar. O trabalho em conjunto e a boa comunicação entre eles é que vai definir o desempenho da máquina, seja ela humana ou mecânica.

Mais sobre: hardware CPU GPU
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar