Zuckerberg corre ao ar livre em Pequim e gera polêmica

A imagem postada pelo executivo, que aparece o retrato de Mao ao fundo, provocou um grande debate na rede social.

Por | @RafaelaPozzebon Redes sociais

Nesta sexta-feira (18), Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, exibiu uma foto sua correndo no centro da capital chinesa. O que incomodou é o fato do executivo estar sem máscara durante um pico de poluição em Pequim.

Zuckerberg publicou a foto em sua conta no Facebook, mesmo que a rede seja censurada na china, e acabou gerando muita repercussão.

"É estupendo voltar a Pequim, comecei minha visita com uma corrida na praça de Tiannamen, ao lado da Cidade Proibida e no caminho ao Templo do Céu", afirmou Zuckerberg na publicação.

"Com isto alcançarei as cem milhas em um ano correndo. Agradeço a todo mundo que me acompanhou na corrida, pessoalmente e ao redor do mundo", disse ainda o executivo.

Zuckerberg corre ao ar livre em Pequim e gera polêmica

Leia também:

A imagem postada pelo executivo, que aparece o retrato de Mao ao fundo, provocou um grande debate na rede social.

"Mark, não vê a poluição? Deixe de correr ao ar livre! Pequim é meu lar, mas não recomendo que faça isso", comentou Christina Tan.

"Esqueceste algo? #Markzuckerberg, o 'smog' mata milhares de pessoas a cada dia. Ponha uma máscara!", afirmou o escritório do Greenpeace do Leste da Ásia em sua conta no Twitter.

No Weibo, famosa rede social da China, abriu debate após postar a imagem de Zuckerberg. "Hoje Mark Zuckerberg postou uma foto no Facebook em que corria de manhã afirmando que era maravilhoso voltar a Pequim. A poluição era então de 252 microgramas de partículas PM 2,5", diz a mensagem. O número em questão representa dez vezes acima que recomenda a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Zuckerberg, como sabemos, gostaria de ter autorização de entrada da sua rede social no país. Porém, alguns setores na China consideram os elogios prestados ao país pelo executivo como exagerados.

A revista “The Beijinger”, inclusive, publicou em seu site: "Até onde ele vai chegar para ganhar o favor da China?". 

Mais sobre: facebook, MarkZuckerberg, china
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários