Apple terá que pagar US$ 625 milhões em caso de patente

A VirnetX também já foi responsável por processar a Cisco, Avaya e Siemens por violação de patentes.

Por | @RafaelaPozzebon Negócios

Na quarta-feira (3), o júri federal no estado norte-americano do Texas decidiu que a Apple terá que pagar cerca de US$ 625 milhões à VirnetX pelo uso sem permissão de licença patenteada de tecnologia de segurança de Internet nos seus aplicativos FaceTime e iMessage.

A VirnetX solicitou antes do início do julgamento valor de US$ 532 milhões para o caso, porém, o júri disse que as infrações da Apple foram intencionais, e o valor atual é justo.

Apple terá que pagar US$ 625 milhões em caso de patente
                                                                           Júri decidiu que Apple terá que desembolsar US$ 625  milhões por patentes.                                                                                        

Leia também:

A Apple, por sua vez, pretende recorrer.  "Estamos surpresos e decepcionados com o veredicto", disse a companhia. "Casos como este simplesmente reforçam a necessidade de uma reforma das patentes."

A Maçã, ainda na quarta, deu entrada em documentos solicitando ao juiz Robert Schroeder para anular o julgamento, alegando que os advogados da VirnetX induziram o júri ao erro durante os argumentos de encerramento.

A VirnetX está sediada em Nevada e sua receita é baseada quase que totalmente sobre patentes licenciadas.

Apesar de ter reformulado os serviços apontados no caso de patentes, a VirnetX disse que as mudanças não foram suficientes. A VirnetX também já processou a Cisco, Avaya e Siemens por violação de patentes. 

Mais sobre: apple, patente, imessege
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários