Oficina da Net Logo

Facebook modifica algoritmo que escolhe posts que aparecem aos usuários

A grande questão é compreender o que cada usuário prioriza, e assim mostrar posts que elas possuem mais chances de curtir, comentar e mesmo compartilhar.

Por | @oficinadanet Redes sociais Pular para comentários

Na segunda-feira (1), o Facebook anunciou uma mudança no algoritmo responsável pelas escolhas dos posts que aparecem no Feed de Notícias dos usuários. Assim, com a medida, a rede social passará a levar em consideração o feedback dos seus membros, que são obtidos através de pesquisas internas, e com isso decidir quais os conteúdos que serão mostrados.

A grande questão é compreender o que cada usuário prioriza, e assim mostrar posts que elas possuem mais chances de curtir, comentar e mesmo compartilhar.

De olhos no que os usuários do Facebook querem ver, rede social modifica algoritmo.
                                                 De olho no que os usuários do Facebook querem ver, rede social modifica algoritmo.                                                                  

Leia em destaque: O #10YearsChallenge é treta?.

O Facebook já realiza pesquisas sobre a qualidade do conteúdo já há algum tempo. Os dados são obtidos através de questionamentos feitos com os próprios usuários, com notas dadas de 1 a 5 para alguns posts, tudo baseado na probabilidade com que os usuários querem ver sobre o conteúdo.

Agora, com a atualização do algoritmo, os dados serão determinantes na seleção dos conteúdos exibidos. O Facebook pretende exibir apenas o que os usuários desejam ver e que queiram interagir.

 “O objetivo do Feed de Notícias é mostrar apenas histórias que importam. As ações que as pessoas fazem, como curtir, clicar, comentar ou compartilhar um post, são historicamente alguns dos fatores mais considerados para determinar o que aparece no feed, mas eles nem sempre contam a história completa sobre o que é mais significativo para o usuário”, explicam os engenheiros de software Cheng Zang e Si Chen sobre a mudança.

Comentários
Carregar comentários