Guerra contra Netflix! Empresas de TV preparam ataque

O objetivo principal é de que a Ancine comece a cobrar da Netflix o pagamento da Condecine, ou seja, uma taxa de cerca de R$ 3 mil por cada filme reproduzido.

Por | @oficinadanet Entretenimento

Não é de hoje que a Netflix vem roubando a cena. As operadoras de TV por assinatura, claro, não andam nada satisfeitas com isso. De acordo com um levantamento, as empresas já perderam quase 1 milhão de assinantes desde 2014.

A Netflix, por sua vez, não para de ganhar novos adeptos e fãs da programação. Em razão disso, as TVs por assinatura estão em busca de alternativas para não perder ainda mais espaço no mercado.

Guerra contra Netflix! Empresas de TV preparam ataque
                                             Enquanto TVs por assinatura perdem espaço no mercado, Netflix ganha cada vez mais adeptos.                                                    

Leia também:

Para que a Netflix não conquiste ainda mais adeptos, as empresas de TV estão unidas em um “megalobby” em Brasília. O objetivo principal é de que a Ancine comece a cobrar da Netflix o pagamento da Condecine, ou seja, uma taxa de cerca de R$ 3 mil por cada filme reproduzido.

As empresas também esperam que os Estados comecem a cobrar ICMS das assinaturas. Tal atitude faria com que o valor da assinatura da Netflix ficasse mais elevada. Para completar, o Governo seria obrigado a fazer com que a Netflix tivesse ao menos 20% de conteúdo nacional dentro de seu catálogo. Aproveite e escute o nosso podcast sobre Netflix.

Levando em consideração que a Globo e a Band não pretendem fechar parcerias com a Netflix, a empresa teria que ir atrás de emissoras como SBT e Record.

As TVs por assinatura no Brasil tiveram uma queda considerável em apenas um ano, passando de 20 milhões de assinantes para 19 milhões.  

Mais sobre: netflix filmes assinatura
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo