Nasa levará batatas para Marte. Saiba o motivo

A Nasa, juntamente com o Centro Internacional da Batata (CIP, na sigla em espanhol), com sede no Peru, está realizando testes para descobrir como as batatas peruanas se desenvolveriam em solo marciano.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Muito se fala sobre os planos de uma viagem a Marte. Porém, poucos detalhes sobre o feito estão sendo revelados. No entanto, ao que tudo indica, as batatas poderão ser usadas como alimentação para os primeiros que chegarem ao Planeta Vermelho.

A Nasa, juntamente  com o Centro Internacional da Batata (CIP, na sigla em espanhol), com sede no Peru, está realizando testes para descobrir como as batatas peruanas se desenvolveriam em solo marciano. Assim sendo, as entidades iniciaram o cultivo experimental dos tubérculos em condições que simulam a de Marte.

De acordo com a Nasa e o CIP, na Terra há poucos locais para testes desse tipo, assim, o escolhido foi o deserto de Pampas de La Joya, no Peru, na fronteira do Chile.

Nasa levará batatas para Marte. Saiba o motivo

Leia também:

"São solos vulcânicos que não contêm nenhuma forma de vida, assim como em Marte", afirmou à BBC Mundo, serviço em espanhol da BBC, Joel Ranck, chefe de comunicações do CIP.

"Aqui temos 4,5 mil variedades de batata. Por isso, o Peru é um lugar muito bom para descobrir qual delas melhor se ajustaria às condições de Marte", afirma o porta-voz da CIP, instituição que faz parte de uma rede internacional de centros de investigação agrícola.

Para o experimento, na primeira fase, Julio Valdivia, um cientista peruano ligado à Nasa, ficará responsável pela coleta de amostras no solo do deserto e irá entregar aos laboratórios da CIP. Assim, até nove variedades de batatas serão testados em tais condições.

Após, a Nasa irá usar uma tecnologia para replicar as condições de Marte para acompanhar o desenvolvimento das plantas.

"As batatas são uma excelente fonte de vitamina C, ferro e zinco", lembra Ranck.

"Não acreditamos que ninguém deva depender exclusivamente de um só alimento, mas a batata é muito nutritiva. Uma só, fervida, entrega a vitamina C que um adulto precisa para um dia", explica.

Como preocupação, os pesquisadores acreditam que as batatas possam germinar antes do tempo. "Estimamos que a viagem a Marte leve nove meses", conta o porta-voz da CIP.

Por essa razão, a ideia é congelar os tubérculos durante a travessia espacial.

Para isso, os experimentos, que deverão fornecer várias respostas aos cientistas.

Mais sobre: nasa marte batatas
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter