Milhões de CDs piratas são triturados em SP

Hoje é o Dia Nacional de Combate à Pirataria. Para celebrar a data, a Abes acabou com 2,1 milhões de CDs e DVDs piratas.

Por | @oficinadanet Tecnologia

A Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes) destruiu 2,1 milhões de CDs e DVDs que continham programas de computador não originais. Vale lembrar que nesta quinta-feira (3) é comemorado o Dia Nacional de Combate à Pirataria.

Conforme a associação, a pirataria de software, prejudica tanto as empresas, que não recebem remuneração alguma, como também a arrecadação de impostos.

Milhões de CDs piratas são triturados em SP

Leia também:

O total de mídias destruídas é fruto de apreensões realizadas nos últimos anos. O material estava sendo armazenado em depósitos da Abes e aguardava decisão judicial para que pudesse ter um fim.

A destruição aconteceu em São Paulo através da empresa Plasnoi Comércio de Plástico. Um moinho foi responsável por reduzir os discos a fragmentos, e após serão encaminhados para serem reciclados.

Milhões de CDs piratas são triturados em SP
Associação tritura 2,1 milhões de CDs e DVDs piratas.

Vale notar que a disseminação da pirataria se dá por várias formas. Sendo que, segundo a Abes, a força-tarefa já removeu até novembro deste ano 65 mil anúncios, links e sites que promoviam arquivos que violassem as leis de direito autoral ou mesmo que direcionassem a esses programas.

“Trabalhamos há mais de três décadas e ainda temos metade dos programas de computador em uso Brasil sem autorização. Ainda há muito a se fazer a respeito da Propriedade Intelectual no Brasil”, diz o diretor Jurídico da Abes, Dr. Manoel Antônio dos Santos.

A Abes, para acompanhar o mercado usa o serviço de Monitoramento de Internet e recebe denúncias anônimas no portal http://www.denunciepirataria.org.br/.

Mais sobre: piratas software abes
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter