Mudança no app do Facebook contribuiu para usuários com conexão lenta

Facebook altera algoritmo para que usuários consigam visualizar todas as postagens mesmo com conexão lenta.

Por | @oficinadanet Redes sociais

O Facebook é um dos aplicativos mais usados no mundo todo. Porém, não é em todos os lugares que a conexão permite uma boa visualização dos conteúdos. Pensando nisso, a rede social realizou uma mudança no seu algoritmo para permitir que pessoas que estejam locais com conexão lenta consigam acessar todo o conteúdo sem dificuldades.

Assim sendo, agora, quem não conseguir carregar as histórias novas irá pode rever as antigas que já foram baixadas no dispositivo, evitando a exibição de uma tela em branco.

Mudança no app do Facebook contribuiu para usuários com conexão lenta

Leia também:

“As pessoas nos disseram que quando estão no Feed de Notícias preferem ver histórias que tinham sido carregadas em uma visita anterior a não verem história alguma”, explicou a rede social.

A plataforma, para que tudo isso seja possível, irá considerar a velocidade da conexão do dispositivo, que é diferente em uma rede móvel ou Wi-Fi. Após, ela vai enviar histórias para os usuários conforme a velocidade, sendo assim, quem está em um local com velocidade mais lenta receberá mais atualização de conteúdo e menos vídeos.

 “Se você abre o feed de notícias em um avião, poderá ler as histórias que tinha passado antes, quando ainda tinha conexão, em vez de ficar esperando e não ter nada carregado”, diz a publicação no blog do Facebook.

Para acelerar o processo, quando o usuário estiver focado em um texto, o Facebook irá continuar baixando conteúdo. Tudo isso só é possível graças a uma nova biblioteca de código-aberto chamada de “Classe de Conexão de Rede”, que é capaz de realizar a medição.

Além disso, o Facebook também irá alterar o modo em que o download de conteúdo é feito. Com isso, quando um usuário demonstra interesse por um post, o aplicativo dará prioridade para ele e assim garantir a leitura o mais rápido possível.

As fotos também sofrerão mudanças, que passarão a ser Progressive JPEG.  Com a mudança será possível mostrar miniaturas de baixa qualidade da imagem enquanto ela não é carregada por completo.

“Isso minimiza o montante de dados requeridos para carregar uma foto e acelera o tempo que você passaria esperando para ela aparecer”, explica o post.

Mais sobre: facebook algoritmo posts
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo