Pesquisa revela que brasileiras são as que mais acessam pornografia no mundo

Apesar de levantar dúvidas entre produtores de conteúdo adulto, os dois maiores sites pornográficos do mundo afirmam que as brasileiras e as mulheres das Filipinas são as que mais acessam conteúdo pornográfico no mundo.

Por | @oficinadanet Internet

De acordo com uma pesquisa realizada pelos dois maiores sites de pornografia online, o Pornhub e o Redtube, as mulheres brasileiras e as das Filipinas são as que mais acessam conteúdo erótico no mundo.

O Pornhub e o Redtube são sites que oferecem conteúdo pornográfico gratuito. Eles são responsáveis por atrair um tráfego de 40 milhões de usuários únicos por mês.

Em ambos os países, o índice de mulheres que acessam conteúdo pornográfico através da Internet chega a 35%, os homens, 65%. A Argentina aparece em quarto lugar, com 30% e o México em oitavo, com 28% do sexo feminino acessando tal conteúdo.

No entanto, sites concorrentes não aceitam o resultado, alegando que não é possível fazer esse tipo de medição.

Pesquisa revela que brasileiras são as que mais acessam pornografia no mundo

Leia também:

Conforme ainda com a pesquisa, as categorias mais procuradas pelas mulheres são “lésbica”, “trios” e “squirt” (ejaculação feminina). Além disso, o público feminino também assiste conteúdo homossexual masculino.

O tempo de permanência nos sites adultos também foi medido. Assim, a pesquisa revela que as mulheres permanecem em média 10 minutos e 10 segundos, e os homens 9 minutos e 22 segundos. Vale notar que esta média é mundial.

No entanto, alguns produtores de pornografia, mesmo admitindo que o consumo virtual desse tipo de material aumentou entre as mulheres, questionam o resultado da pesquisa do Pornhub e do Redtube, dizendo que ela não é cientifica.

De acordo com o Pornhub, para o levantamento foi usado um “software analítico”, e os termos preferidos entre as mulheres seriam cenas lésbicas, sexo a três e uma categoria chamada "squirt" (ejaculação feminina).

"Com certeza há um crescimento entre as mulheres, porque as mulheres assistem pornografia, e toda a população mundial consome mais", disse à BBC Mundo Pablo Dobner, diretor executivo e cofundador do Erika Lust Films, uma empresa de Barcelona que produz conteúdo adulto sob uma perspectiva feminina.

"Há uma demanda, mas a maioria das mulheres quer algo muito mais sincero, limpo e sexualmente inteligente em relação ao que é possível encontrar na maioria dos outros portais", disse ainda.

Além disso, o tipo de conteúdo escolhido pelas mulheres também é duvidoso. Porém, Dobner acredita que a escolha de conteúdo esteja ligado exclusivamente por se sentirem mais confortáveis.

"As mulheres estão buscando mais prazer feminino e reivindicando que o homem não é o único que tem de desfrutar do sexo e que elas também querem sua parte do sexo recreativo, que esteve proibido para elas por tanto tempo".

Mais sobre: internet sites mulheres
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo