Chega ao fim a parceria entre Google+ e YouTube

Usuários já podem comemorar! Google anuncia fim do casamento entre Google+ e YouTube.

Por | @RafaelaPozzebon Internet

Para alegria de muitos usuários, finalmente terminou a parceria entre Google+ e YouTube. Com isso, os internautas ficarão livres para postar seus comentários, sem a obrigatoriedade de manter uma conta na rede social do Google. A notícia foi dada pelo próprio Google, na segunda-feira (27), em um post intitulado como “Tudo em seu devido lugar”.

De acordo com Bradley Horowitz, vice-presidente para produtos Streams, Photos e Sharing do Google, “o acesso a todas as suas coisas com uma conta Google torna a vida muito mais fácil. Mas também ouvi dizer que não faz sentido ter o seu perfil do Google+ como sua identidade em todos os outros produtos”.

Chega ao fim a parceria entre Google+ e YouTube

Leia também:

Levando em consideração o fato, o Google precisou repensar sobre alguns de seus serviços e assim, aumentar a autonomia deles. O objetivo é que o usuário se adeque melhor a cada ferramenta. A primeira mudança irá ocorrer justamente no YouTube, que em poucas semanas dispensará a necessidade do usuário manter uma conta no Google+ para interagir no canal.

"Nós decidimos que é hora de corrigir isso, não só no YouTube, mas ao longo de toda a experiência do usuário no Google. Queremos retirar formalmente a noção de que uma adesão Google+ é necessária para qualquer coisa no Google ... à exceção de usar próprio Google+", disse Horowitz no Google+. 

Mudanças

Após a implantação da novidade, tudo o que o usuário irá precisar para fazer comentários em vídeos, bem como compartilhar conteúdo e criar canais é mesmo ter uma conta no Google. Os comentários nos vídeos também não aparecerão mais no Google+.

O usuário que mantinha uma conta no Google+ apenas para poder usufruir os outros serviços do Google, poderá tranquilamente excluir o seu perfil, mas claro, mantendo uma conta no Google.

Com a mudança, a ideia é que os serviços do Google ganhem mais autonomia, sem a necessidade de manter obrigatoriedade com os demais produtos. A partir disso, a tendência é que o número de adeptos aumente ainda mais. 

Mais sobre: youtube, google, google+
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.