Contra assédio, brasileira move petição contra Easy Taxi

Abaixo assinado junta mais de 27 mil assinaturas e faz com que uma prestadora de serviço online de táxi mude suas normas quanto ao serviço prestado.

Por | @oficinadanet Smartphones

Em virtude de um abaixo assinado online de autoria da brasileira, Ana Clara Leite. Ela solicita mudanças urgentes no aplicativo Easy Taxi em virtude de cantadas e até mesmo casos de assédios que ela e outras mulheres sofreram durante ou após corridas de táxi. A empresa desenvolvedora confirmou que irá tomar medidas para que isso não ocorra mais.

A petição que solicitava uma solução que impedisse os taxistas do Easy Taxi de ver o telefone do cliente foi feita através do site "Change.Org" obtendo mais de 27 mil assinaturas virtuais. No documento, Ana pedia que a Easy Taxi permitisse a seus clientes o direito de divulgar ou não os seus dados, entre esses, o número de telefone e nome ao taxista na hora da corrida.

E eis que ela conseguiu; na última quarta-feira, 18 de Março, a autora da petição publicou uma mensagem comemorando o resultado favorável da mesma. Ela descreveu o seguinte: "Vitória! A Easy Taxi ouviu a voz de mais de 27 mil pessoas que exigiram medidas contra o assédio através de seu aplicativo. O presidente da Easy Taxi acaba de me informar que eles adotarão em até três meses medidas definitivas em relação a esse assunto; segundo ele, um novo sistema de VOIP irá permitir a comunicação entre taxista e passageira, sem a visibilidade do número do telefone".

Contra assédio, brasileira move petição contra Easy Taxi

De acordo com Ana, durante esse prazo a companhia fornecerá uma medida provisória para seus clientes, haverá um e-mail para que as pessoas possam pedir que seu número de celular seja retirado do aplicativo, mas para que isso ocorra, será preciso enviar o e-mail para telefone@easytaxi.com.br e solicitar a retirada de seu número.

Em um comunicado oficial, a Easy Taxi descreve o seguinte:

"A companhia tem a segurança com uma de suas prioridades, por esse motivo conta com várias ferramentas e processos para garantir esse princípio. Todos os taxistas são cadastrados e passam por um rigoroso processo de cadastro, bem como a conferência geral de todos os seus antecedentes criminais e documentos; os taxistas são treinados rigorosamente para seguir a política de conduta do aplicativo, caso contrário, podem sofrer punições ou até mesmo serem expulsos do Easy Taxi. Em casos de denúncia por e-mail ou telefone, o taxista é suspenso imediatamente e em seguida o caso é investigado; se o taxista for isento de culpa, ele é desbloqueado".

"A empresa já está trabalhando em uma solução definitiva que realize telefonemas entre passageiro e taxista sem a necessidade de mostrar ou armazenar o número de telefone um do outro; o uso do novo aplicativo será bem simples, pois bastará clicar no botão "ligar para taxista" que o passageiro será conectado a um profissional através de uma plataforma que manterá os números de ambos ocultos; o sistema deverá entrar em funcionamento em até três meses".

Mais sobre: Mobile Easy Taxi apps
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo