FBI envia comunicado de alerta sobre ataque cibernético destrutivo a algumas empresas dos Estados Unidos

Um super malware está atacando sites de empresas nos Estados Unidos; o FBI está alertando as companhias deste território para que se protejam de um possível ataque cibernético “destrutível”.

Por | @oficinadanet Segurança digital

Os hackers estão contando com a ajuda de um software malicioso, muito semelhante ao que usaram para invadir as redes dos estúdios da Sony no último dia 24 de novembro. Especialistas em segurança de computadores alertam que o malware descrito no alerta do FBI, é muito semelhante com o que atingiu a Sony, sendo esse o primeiro grande ciberataque destrutível promovido contra uma empresa em terras norte-americana.

Ainda de acordo com os especialistas, esses ataques estão sendo lançados de países asiáticos e do Oriente Médio; já o FBI não informou quantas empresas dos Estados Unidos foram atacadas com esse malware até o exato momento.

Segundo o diretor de cibersegurança da produtora de software de proteção Trend Micro, Tom Kellmermann, disse ele que: “Acredito que esses ataques cibernéticos destrutivos contra companhias nos Estados Unidos, representam um evento marcante, pois a geopolítica agora serve como prenúncio de ciberataques destrutivos”.

O alerta do FBI conta com cinco páginas e o mesmo foi enviado a algumas empresas no final desta última segunda-feira, 01 de dezembro, pedindo a elas para que contatem a polícia federal dos Estados Unidos se identificarem um programa similar em seus sistemas, além disso, o comunicado do FBI aconselha como agir se for atacado pelo mesmo.

O tal ataque cibernético destrutivo sobreescreve todas as informações gravadas no disco rígido dos computadores, incluindo o registro de inicialização dos mesmos, impedindo assim que a maquina seja ligada.

Vale lembrar que o FBI enviou o comunicado a algumas empresas norte-americanas após o ataque aos estúdios da Sony, que deixaram o e-mail corporativo da empresa fora do ar por uma semana e danificou alguns outros sistemas. Em nota, a Sony informou que conseguiu restaurar grande parte dos seus serviços e que está trabalhando com as autoridades para investigar o assunto.

Fonte: G1.com

Mais sobre: Malware, FBI, Sony
Share Tweet
DESTAQUES
Mais compartilhados
Comentários