Iniciativa pretende criptografar toda web

O serviço mais recente a adotar a criptografia de dados é o WhatsApp.

Por | @RafaelaPozzebon Tecnologia

Quando o assunto é privacidade, o mundo inteiro está de olho, afinal, muitos serviços já tiveram os seus dados revelados ao mundo em consequências de falhas. Agora, uma organização sem fins lucrativos pretende inserir em toda a web o protocolo HTTPS, que é responsável por criptografar todo o tráfego de sites.

Nomeado de “Let’s Encrypt” (Vamos Criptografar, em tradução livre), o projeto aberto tem como participantes a Electronic Frotier Foundation (EFF), da Mozzila, da Cisco e também da Akamai. O objetivo é servir como uma autoridade responsável pela emissão de certificados digitais, bem como ajuda para realizar a configuração, e o mais importante, tudo de forma gratuita.

“Informações vitais de pessoas e negócios estão viajando pela internet com mais frequência do que nunca, e nós nem sempre sabemos quando isso acontece”, escreveu Josh Aas, diretor executivo do Internet Security Research Group (ISRG).  “Fica claro agora que criptografar é algo que todos nós deveríamos fazer. Então por que não usar TLS em todo lugar? Todo navegador tem suporte.”

O projeto irá facilitar também o processo de aquisição e manutenção de um certificado. Além disso, a instalação e a atualização devem ocorrer de forma automática, o que resolveria os dois problemas que ainda são enfrentando atualmente, disse a EFF e ISRG.  “O processo inteiro de aplicação ocorre de forma ‘indolor’ durante a instalação nativa do servidor ou na configuração, enquanto a renovação acontece automaticamente no plano de fundo.”

As certificações servem para provar a legitimidade dos sites. O documento indica que o servidor com que a página esteja sincronizada está correto. Isso tudo é muito importante em páginas de bancos e comércio eletrônico, já que recebem informações sigilosas.

O HTTPS ganhou ainda mais notoriedade após os escândalos de espionagem virem à tona no ano passado. Várias companhias, após o fato, aderiram a criptografia de dados, entre elas o Google, Yahoo, Facebook e o caso mais recente, o WhatsApp.

Qualquer domínio poderá contar com uma certificação válida. Para obter mais informações, basta acessar o projeto Let’s Encrypt. Os certificados começarão a ser emitidos a partir do primeiro trimestre do próximo ano.

Mais sobre: criptografia, web, sites
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.