Hackers publicam na internet mais de 200.000 fotos do Snapchat

Hackers que vazaram milhares de imagens do Snapchat podem ser os mesmos que roubaram imagens de celebridades nuas.

Por | @RafaelaPozzebon Redes sociais

O Snapchat, aplicativo que permite a troca de fotos que desaparecem dez segundo após o envio, sofreu um duro golpe no último domingo (12). Hackers divulgaram na internet mais de 200.000 fotos e vídeos de usuários do serviço. Tais imagens foram coletadas através do serviço de backup de imagens compartilhadas Snapsaved, que foram armazenadas ao longo dos meses. Os usuários, para guardar as imagens recebidas, forneceram suas credenciais de acesso ao site.

Rumores sobre o vazamento de fotos do Snapchat iniciou ainda na última semana, quando hackers divulgaram no site 4Chan que estavam guardando imagens para publicar durante o final de semana. O Snapchat, porém, negou que qualquer servidor do serviço teria sido invadido. A empresa culpou aplicativos de terceiros pelo vazamento. “Não somos a fonte desse vazamento”, disse o Snapchat, em comunicado.

"Usuários do Snapchat foram vitimados pelo uso de aplicativos de terceiros para enviar e receber Snaps, uma prática expressamente proibida em nossos Termos de Uso porque compromete a segurança dos nossos usuários", acrescentou a empresa.

"Nós monitoramos de perto a App Store e a Google Play (aplicativos para compra de aplicativos) para aplicativos de terceiros ilegais e conseguimos que muitos deles fossem retirados."

Leia também:

No total, um arquivo de 13 GB contendo as imagens e vídeos dos usuários do Snapchat foram compartilhados através do 4Chan no domingo. Conforme o jornal britânico The Guardian, parte do conteúdo exposto é composto por imagens de adolescentes, em muitas cenas de nudez. Especulações sugerem que os hackers que estão por trás do vazamento do Snapchat podem ser os mesmos que divulgaram recentemente várias imagens nuas de celebridades.

Na manhã desta segunda-feira (13), o Snapchat, através de comunicado, informou que foi alvo de hackers. Vários locais culparam a empresa pela criação do Snapsaved, que teria supostamente criado o aplicativo para roubar imagens dos usuários do serviço. A empresa, porém, se defendeu das acusações. "Assim que percebemos a invasão em nossos sistemas, apagamos o site inteiro e todo o banco de dados associado a ele", disse um representante da empresa, por meio do Facebook.

Mais sobre: Snapchat, Hacker, imagens
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários