Amazon busca aprovação para realizar testes com drones

Amazon não consegue testar uso de drones por falta de autorização dos Estados Unidos.

Por | @oficinadanet Negócios

O uso de drones para as entregas da Amazon ainda estão bastante limitados em virtude da empresa não ter autorização para poder realizar testes nos Estados Unidos. Porém, de acordo com o site CNET, a companhia já entrou com uma petição junto à Administração Federal de Aviação (FAA) para poder realizar voos ao ar livre no terreno do seu laboratório, em Seattle.

Nos Estados Unidos, atualmente, as empresas comerciais estão impedidas de controlar voos de drones. Somente amadores e fabricantes de aviões não tripulados contam com a autorização para realizar esse tipo de voo.

Mesmo conhecedora da lei, a Amazon, em seu pedido, diz que é de “interesse público” e que o Prime Air se encaixa no objetivo da FAA de colocar drones comerciais em circulação.

A Amazon revelou em nota que está trabalhando em drones de oitava e nona geração que podem viajar a uma velocidade de 50 milhas por hora.

O programa, chamado de Prime Air, tem como objetivo realizar entregas em menos de 30 minutos, disse o CEO da Amazon, Jeff Bezos. 

Mais sobre: drones amazon entrega
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo