Redes sociais: quem inventou?

Whatsapp, Google, Instagram, Youtube e Twitter. Quais são as mentes por trás das redes sociais, ferramentas de busca e aplicativos que são cada vez mais essenciais na nossa vida?

Por | @oficinadanet Redes sociais

O ser humano tem necessidade de comunicar. Partilhar informações e histórias foi o que fez a nossa sociedade se tornar o que é, afinal foi dessa necessidade que nasceu a fala e a escrita, já que o homem precisava encontrar uma maneira de transformar os seus pensamentos e imagens mentais em algo palpável e inteligível para os outros.

Todo esse processo ocorreu milhares de anos atrás, tantos que nem podemos calcular, porém esse sistema continua evoluindo. Prova disso são as novas grafias que surgem no dia a dia, gírias que dão nome a coisas que ainda não eram nomeadas e até emoticons, para transmitir nossas emoções quando não estamos em uma conversa cara a cara.

Outro sinal claro de que a forma com que nos comunicamos não para de evoluir, são as maneiras eletrônicas que encontramos para isso. Aplicativos de mensagens instantâneas, vídeos hospedados na internet, além de ferramentas para facilitar e direcionar nossas pesquisas, com motores e algoritmos tão precisos, e fontes de informação tão grandes, que praticamente resumem a historia da humanidade moderna em uma só pagina.

Todos estes detalhes já estão entrelaçados na vida moderna, de maneira que mal podemos definir o que faríamos ou onde estaríamos sem todas estas possibilidades. O que o homem contemporâneo faria sem o Google? Como você manteria contato frequente com aquele amigo ou parente distante sem o uso de alguma rede social? São perguntas difíceis de responder. O que poucos param pra pensar, é que todas essas grandes ideias saíram das mentes de pessoas parecidas com a gente, que apenas perceberam uma necessidade e descobriram modos de supri-la. Vamos descobrir neste artigo quem são as mentes por trás da comunicação e instantaneidade da vida moderna, e vamos começar com a empresa que revolucionou o modo com que pesquisamos e acessamos informações: o Google.

Google

O Google foi criado em 1996 por dois estudantes da Universidade de Standford, chamados Larry Page e Sergey Brin. A página nasceu numa época em que os sistemas de buscas na internet era baseado apenas em quantas vezes determinada palavra chave aparecia em certa página da internet. Resumindo: se naquela época você pesquisasse o termo “copa do mundo” a primeira página que apareceria no ranking do sistema de buscas seria aquele texto em que este termo aparecesse mais vezes. Deu pra entender não é?

Larry e Sergey criaram então, como um projeto de doutorado, um sistema de ranqueamento diferenciado para pesquisas deste tipo. O sistema, que recebeu o nome de PageRank analisava a popularidade de cada website e organizava a lista de resultados de acordo com aquela que era mais acessada, e que portanto, deveria ser a mais relevante e com informações mais confiáveis. Uma ideia simples, que mudou a cara da era da internet.

É claro que esta revolução levou certo tempo para aparecer, e de inicio a ideia não parecia tão lucrativa assim. Tanto que seus criadores tentaram vender o projeto em 1998, já que não conseguiam financiadores para manter o site em funcionamento nem para aperfeiçoar os seus mecanismos. Foi apenas em 1999 que a empresa começou a dar sinais da gigante que se tornaria, quando seus criadores conseguiram 25 milhões de dólares com investidores de risco e transformaram o seu sistema de buscas no site mais importante do mundo. O valor de mercado do Google hoje é de 394 bilhões de dólares.

Redes sociais: quem inventou?
Larry e Sergey

Youtube

O Youtube é aquele site de compartilhamento de vídeos que todos adoramos. Sem ele ainda esperaríamos o videoclipe daquela música que adoramos estrear na MTV. Ele é também o responsável pela maior parte do conteúdo em vídeo que consumimos na internet, já que praticamente todos os vídeos que circulam pela net estão hospedados em seus servidores. Claro que quando ele foi criado já existiam outros sites com o mesmo propósito, mas nenhum chegou perto de fazer o sucesso que o Youtube fez e continua fazendo.

O site foi criado em 2005, ou seja, ele ainda nem chegou à adolescência e já domina grande parte do tráfego da internet mundial. Seus criadores são Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, que já trabalhavam em projetos na internet. Na verdade na época da invenção do Youtube os três visionários eram funcionários da Paypal, uma empresa gigante que facilita pagamentos online.

Hurley havia estudado design na Indiana University of Pennsylvania, e Chen e Karim foram colegas quando estudaram ciência da computação na University of Illinois. Com a experiência que cada um tinha, o site foi criado em apenas alguns meses, e em pouco tempo, em outubro de 2006 para ser mais exato, eles venderam o site para o Google, que na época já era a maior empresa da internet, por 1,65 bilhão de dólares. Depois disso o crescimento da empresa foi inevitável, visto que o Google fez investimentos maciços na plataforma, e transformou ela em algo rentável tanto para quem cria o conteúdo quanto pra quem o hospeda, no caso, eles mesmos.

Redes sociais: quem inventou?
Steve Chen, Chad Hurley e Jawed Karim

Instagram

Sim, temos brasileiros nesta lista. A rede de compartilhamento de fotos e vídeos foi criada por Kevin Systrom em parceria com o brasileiro Mike Krieger em 2010. O aplicativo, que inicialmente era exclusivo para iPhones, permite que o usuário tire fotos e personalize cada uma delas através de diversos filtros digitais. Além disso, é possível compartilhar as imagens por meio de várias redes sociais, como Twitter, Facebook, Tumblr e Flickr. Hoje em dia é possível usá-lo através de celulares com plataforma Android e Windows, o que aumentou ainda mais a popularidade do aplicativo, que já era gigante.

Leia também:

Como acontece com a maioria das plataformas que fazem sucesso, o Instagram foi comprado, em 2012 pelo Facebook, por 1 bilhão de dólares, ou seja, os dois empresários, que até 2011 não receberam nenhum apoio financeiro de investidores, são hoje bilionários.

Redes sociais: quem inventou?
Mike Krieger e Kevin Systrom

Twitter

É a rede de microblogging que ensinou muita gente a falar mais, usando menos palavras, já que permite que sejam feitas postagens de textos com somente 140 caracteres. Também foi a rede que nos ensinou que na maioria das vezes não precisamos de mais do que isso para transmitir uma ideia. A empresa foi criada em 2006 por Jack Dorsey, em parceria com Evan Williams e Noah Glass e a intenção principal era de que o site funcionasse como um sistema de SMS online. E é mais ou menos desta forma que o site funciona, já que possui a mesma restrição de caracteres das mensagens de um aparelho celular e permite a transmissão de informações em tempo real. Sendo uma das redes sociais que mais cresce no Brasil, o Twitter permite que todo internauta que possua perfil na rede opine e participe de discussões sobre assuntos populares na internet a cada momento.

Leia também:

Embora não pareça, sua influência pode ser enorme, chegando a ajudar a definir rumos políticos e a divulgar manifestações entre os internautas. O valor de mercado do Twitter hoje é de quase 30 bilhões de dólares, embora os proprietários da marca ainda não tenham encontrado a melhor maneira de ganhar dinheiro com a plataforma.

Redes sociais: quem inventou?
Jack Dorsey, Biz Stone, Evan Williams and Dick Costolo

Whatsapp

Ninguém mais vive sem ele. O aplicativo multiplataforma de mensagens instantâneas está nos smartphones de toda pessoa que vive conectada. O programa permite a troca de mensagens de texto, áudio ou vídeo, através do aparelho celular quando ele está conectado à internet. Ou seja, comunicação praticamente gratuita. Sim, praticamente, porque esta não é uma plataforma gratuita. O Whatsapp permite que cada usuário baixe o aplicativo e instale ele no seu smartphone e use gratuitamente por um ano, após este período é cobrada uma taxa, que atualmente é de  U$$ 0,99. Claro que isso não limita em nada o potencial do programa, já que quase todas as pessoas que possuem um celular inteligente estão conectadas o tempo todo à internet, o que torna possível comunicações de todos os tipos e a qualquer momento.

A plataforma foi desenvolvida pelos ex funcionários da gigante Yahoo, Brian Acton e Jan Koum, que, sem conseguir emprego em outras empresas do ramo resolveram criar o aplicativo, que inicialmente funcionaria somente em IPhones. Com o rápido sucesso da plataforma, eles rapidamente estenderam a sua utilização em outros SO, como Android e Windows 8. O aplicativo foi criado em 2009 e neste ano já conta com mais de 500 milhões de usuários em todo o mundo. Este sucesso fez com que o Facebook entrasse em negociações com os criadores do app e finalizassem a sua compra pelo valor recorde de US$ 19 bilhões de dólares.

Redes sociais: quem inventou?
Brian Acton e Jan Koum

Facebook

Deixamos a maior rede social do mundo por último porque o sucesso estrondoso que ela faz levou o seu criador à fama instantânea, então você já conhece ele. Nos resta dizer apenas que Mark Zuckerberg não criou o Facebook sozinho. Durante o processo de criação da rede ele contou com a parceria de Dustin Moskovitz, Chris Hughes e do segundo brasileiro desta lista, Eduardo Severin, quando eles estudavam na Universidade de Harvard. Nós já falamos bastante dele neste artigo aqui, e vale à pena dar uma conferida. A fortuna pessoal de Mark é de US$ 28,5 bilhões.

Leia também:

Redes sociais: quem inventou?
Mark Zuckerberg

Mais sobre: instagram twitter facebook
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo