Ficar fora do Facebook pode deixar usuário depressivo, revela pesquisa

Falta de interação no Facebook deixa usuários menos satisfeitos.

Por Redes sociais Pular para comentários
Ficar fora do Facebook pode deixar usuário depressivo, revela pesquisa

De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Queenland, na Austrália, ficar dois dias sem acessar o Facebook pode deixar usuário depressivo. O estudo foi coordenado pela cientista Stephanie Tobin e tem como objetivo revelar os efeitos sociais das pessoas quando não estão conectadas à rede social.

O estudo foi realizado em duas etapas. Na primeira parte os voluntários, que postam frequentemente online, foram divididos em dois grupos: metade deles postou normalmente, e a outra parte apenas observou.

Na segunda fase do estudo, os grupos de voluntários foram unidos e usaram contas criadas pelos pesquisadores e ainda foram encorajados a postar e também comentar os outros perfis da rede social de Mark Zuckerberg.

Como resultado, cerca de 50% dos participantes tiveram respostas em seus posts. Os que não postaram acabaram ficando esquecidos no Facebook. Conforme o levantamento, os que ficaram sem interagir apresentaram níveis baixos de autoestima e também de solidão. O resultado foi concluído a partir de respostas dos voluntários.

A pesquisa diz que não compartilhar conteúdo faz com que os usuários se sintam menos felizes. Do mesmo modo, acessar o Facebook apenas para ver as publicações dos outros usuários é menos satisfatório do que compartilhar informações.

"Percebemos que pessoas que não recebem respostas para uma atualização de status sentem uma sensação menor de pertencimento, autoestima, controle e importância do que aqueles que receberam respostas", dizem os pesquisadores.

O estudo foi publicado no jornal Influence Social. O próximo passo dos cientistas é examinar os efeitos dos usuários por serem notados no Facebook.

 

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal