Produtos da Xiaomi chegarão ao Brasil ainda em 2014

Empresa quer trazer smartphones topo de linha por preços baixos.

Por Smartphones Pular para comentários
Produtos da Xiaomi chegarão ao Brasil ainda em 2014

A Xiaomi deve desembarcar no Brasil ainda neste ano. A declaração foi feita na quarta-feira (23) durante a conferência realizada em Pequim. Na ocasião também foi anunciado que mais nove mercados deverão começar a comercializar os seus produtos, além do Brasil, Rússia, Índia, Malásia, Indonésia, Tailândia, Vietnã, Turquia, México e nas Filipinas.

A fabricante chinesa de eletrônicos tem como objetivo dominar o mundo. O Anúncio sobre a chegada dos produtos da marca para novos centros foi feito por Lei Jun, fundador e CEO da Xiaomi. "Você pode certamente chamar isso de uma ‘expansão’", comentou Bin Lin. "Nossa missão e nossa crença é de que este modelo deverá ser capaz de alcançar alguns níveis de sucesso fora da China", disse ainda Lin.

A Xiaomi foi fundada em 2010 e atualmente está avaliada em 10 bilhões. Somente em 2012 mais de 7 milhões de smartphones foram produzidos pela companhia, em 2013 chegou a 18 milhões de unidades.

Com os excelentes resultados, a ideia de dominar o mundo dos eletrônicos parece não estar tão distante. O brasileiro Hugo Barra, vice-presidente da empresa disse que a "Xiaomi será uma potência global até 2016".

Hugo Barra, vice-presidente da Xiaomi
Hugo Barra, vice-presidente da Xiaomi

A companhia, chamada também de "Apple da China", possui grandes planos: "Até 2015, as vendas deverão aumentar em cinco vezes (para 100 milhões de telefones)", disse Jun.

O diferencial da empresa é fabricar smartphones topo de linha com preço camarada. Um exemplo é o aparelho Mi3, que conta com processador Snapdragon 800 quad-core de 2,3 GHz, 2GB de RAM, tela Full HD de 5 polegadas, câmera de 14 megapixels e bateria de 3.050 mAh, e custa cerca de R$ 760.

Compartilhe com seus amigos:
Mais sobre: xiaomi, Brasil, hugo barra
Rafaela Pozzebom
Rafaela Pozzebom Graduada em Letras pela UFSM e especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à educação
FACEBOOK //
Quer conversar com o(a) Rafaela, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Smartphones