O Google está lendo os seus e-mails

E-mails costumam ser verificados para direcionamento de publicidade, admite o Google

Por | @RafaelaPozzebon Segurança digital

Na segunda-feira (14), o Google atualizou os termos de serviço e assim, informou aos usuários que os e-mails do Gmail costumam ser automaticamente analisados por um software para direcionar anúncios.

As revisões descrevem como a companhia usa o software para fazer a varredura nos e-mails, tanto aqueles que são enviados, como os que são recebidos. Tal prática tem sido alvo de disputas na justiça.

Após receber vários processos sobre a violação de direitos por parte dos usuários do Google, um juiz norte-americano decidiu não combinar tais documentos em uma ação coletiva.

O Google está lendo os seus e-mails

Leia também:

Milhares de utilizadores da gigante de buscas acusam a companhia de violação de privacidade e de ignorar as leis federais e estaduais ao fazer a verificação de e-mails com fins publicitários.

Conforme o porta-voz do Google, Matt Kallman, em comunicado: “Queremos que nossas políticas sejam simples o bastante para que os usuários as entendam. A mudança dará às pessoas uma clareza maior e são baseadas no retorno que recebemos nos últimos meses”.

Dentre os novos termos do serviço do Google um parágrafo diz que “nossos sistemas automatizados analisam seu conteúdo (incluindo e-mails) para oferecer a você ferramentas relevantes, como resultados de buscas personalizadas, anúncios direcionados e detecção de spam e malware.  Essa análise ocorre enquanto o conteúdo é enviado, recebido e quando é armazenado".

Mais sobre: gmail, google, publicidade
Share Tweet
DESTAQUES
Mais compartilhados
Comentários