Conheça o Tactus, uma nova maneira de usar o touch screen

Um touch screen que vai revolucionar a forma como usamos a tecnologia hoje. A exigência por telas maiores fez com que o teclado físico fosse perdendo espaço nos dispositivos tecnológicos.

Por | @oficinadanet Smartphones

Smartphones e tablets agradam uns e decepcionam outros; a falta de botões traz aquele design lindo dos aparelhos, no entanto, a falta desses botões pode refrear a agilidade de escrever. Agora imagina você prestes a digitar algo em seu tablet, e os botões aparecerem como mágica, é isso o que a tecnologia Tactus está prestes a nos trazer.

Telas sensíveis ao toque melhoraram muito a maneira como os usuários interagem com os dispositivos, tornando-os mais intuitivos e fácil de usar, mas eles vêm com um preço. A ausência de feedback tátil cria uma série de problemas, o que afeta negativamente a experiência do usuário em uma variedade de níveis.

Conheça o Tactus, uma nova maneira de usar o touch screen

A tela sensivel ao toque esta sendo integrada em diversos dispositivos portateis, como cameras digitais, sistemas de jogos e telefones inteligentes a sistemas maiores tais como automóveis, dispositivos médicos, caixas eletrônicos, entre outros. Com essa ampla variedade de dispositivos, a segurança que uma solução tatil traz é muito maior a algo totalmente plano, percebemos isso quando a fabricação de celulares com tela sensivel ao toque, e teclado qwerty integrado passou a ser vendido, sem duvidas, a experiencia na hora da digitação com botões é muito melhor ao touch screen.

Falta de botões

Interagir com um teclado touchscreen requer monitoramento visual constante, uma pessoa precisa tomar sua atenção fora o que ela estava fazendo para se concentrar na interface de entrada, isso pode ser realmente perigoso em um automóvel, ambiente onde telas sensíveis ao toque são usados ​​para tarefas como mudar a estação de rádio ou interagindo com o sistema de navegação. Com a falta de botões físicos se torna impossível para um usuário cego navegar.

Apenas um rápido ajuste exige que o usuário olhe para a tela para reposicionar os dedos. Mais importante ainda, segmentos inteiros da população que não pode operar touchscreens são deixados para trás. Os cegos e deficientes visuais, idosos, aqueles que não possuem as habilidades motoras por causa de doenças como a artrite ou Parkinson encontram-se completamente incapazes de usar um teclado touchscreen (sem botões físicos). Para estas, e tantas outras pessoas que dificuldades de escrever em um teclado não-físico, o Tactus foi desenvolvido. Veja a seguir como ele funciona e como ele pode mudar a experiência tecnológica de muitas pessoas.

Como funciona o Tactus

A tecnologia subjacente que permite que a “criação dos botões” é chamado de microfluidos. Pequenos canais de fluidos são encaminhados ao longo da camada táctil que permite o fluido expandir a camada de polímero para criar os botões físicos. 

Conheça o Tactus, uma nova maneira de usar o touch screen

Um pequeno controlador táctil é ligado à camada táctil, o qual controla o estado dos botões. O controlador pode ser interligado através de USB, SPI ou I2C a um processador. A API básica é fornecida para permitir o controle baseado em software integrado. O painel tátil substitui a camada de vidro ou plástico que fica em cima do sensor de toque e exibição, em uma tela sensível ao toque.

É, essencialmente, uma cobertura fina, plana, suave e transparente, com a camada de espessura variando entre cerca de 0,75 milímetros a 1 mm. Feito de uma multicamada fina, a camada superior é constituída por um polímero opticamente transparente.

Conheça o Tactus, uma nova maneira de usar o touch screen

O número de micro-furos conectam no início camadas do painel para uma série de microcanais que atravessam o subjacente substrato. Os micro-canais são preenchidos com um fluido cujo índice óptico de refração corresponde à do material, tornando-se totalmente e uniformemente transparente quando a luz atravessa o display.

O aumento da pressão de fluido faz com que este fluido passe a empurrar a tela para cima através dos furos e contra a camada de polímero superior, tornando-se a expandir em locais pré-definidos. Isso permite que uma matriz de botões físicos e completamente transparentes subam para fora da superfície. Um pequeno controlador interno que faz a ligação com o processador do dispositivo touchscreen e controla a ascensão e queda dos botões. O controlador permite que um sensor ou um aplicativo de software controle o estado dos botões. Por exemplo, os botões poderiam ser desencadeados a subir sempre que o software chama para o teclado QWERTY virtual.

Conheça o Tactus, uma nova maneira de usar o touch screen

Não há nada comprovado ainda, sobre o lançamento de algum aparelho com a tecnologia Tactus em parceria com uma grande empresa, mas é perceptivel a revolução nas telas sensiveis, e no nosso dia-a-dia. O projeto continua em desenvolvimento, buscando melhorias onde a versão DEMO CES já foi lançada, abaixo o video:

Fica a deixa para as grandes empresas, é uma ideia que pode revolucionar os aparelhos futuramente. Gostaria de adquirir um dispositivo com a tecnologia Tactus? Deixe seu comentário.

Mais sobre: tactus tecnologia mobile
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo