Acionista processa Verizon em US$ 130 bi, por compra do Vodafone

Acionista acusa a Verizon Communication de pagar demais por fatia da Vodafone. Natalie Gordon pretende anular a transação.

Por | @oficinadanet Negócios

Uma acionista está processando a Verizon Communications, a gigante das telecomunicações,  que  pretende anular a compra de uma parcela da Vodafone na unidade de celular norte-americana da empresa.  O valor da transação foi de US$ 130 bilhões, e de acordo com a processante, o valor é muito alto.

Natalie Gordon, três dias após o anúncio da compra, em uma ação na corte de Nova York, disse que os acionistas da Verizon estão sendo “ludibriados” após a aquisição de 45% da Vodafone na Verizon Wireless.

A Verizon é detentora de 55% da Verizon Wireless e em acordo, decidiu pagar US$ 59 bilhões em dinheiro à Vodafone, e ainda US$ 60 bilhões em ações. Vale notar que a Verizon Wireless conta com 100 milhões de consumidores.

A acionista citou que “é evidente que a Verizon pagou demais”, e disse ainda que “acionistas de Wall Street concordam”.

Gordon comentou ainda sobre uma queda de preços das ações da Verizon em 3 de setembro, o primeiro dia de pregão após o anúncio da compra. Na ocasião, o valor ficou em US$ 45,08. No dia 29 de agosto, o valor era de US$ 48,60. Com isso, o processo salienta que a queda das ações em “quase 10%”.

A ação movida por Gordon ainda cita o presidente-executivo Lowell McAdam e outros 12 diretores como responsáveis pelo descumprimento de seus deveres.

Com isso, o processo solicita que a compra seja invalidada e que os réus paguem as indenizações.

Mais sobre: verizon vodafone compra
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo