Operadoras não atingem metas estipuladas pela Anatel

Anatel repassou na última sexta-feira, 30 de agosto, o balanço do serviço de banda larga prestado pelas operadoras de telefonia fixa e móvel no Brasil; o balanço é referente ao mês de julho.

Por | @RafaelaPozzebon Internet

Segunda-Feira, 02 de setembro de 2013; de acordo com dados apresentados pela Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel na última sexta-feira, 30 de agosto, as operadoras de telefonia móvel do Brasil mais uma vez não atingiram a meta estipulada para o mês de julho.

Nas informações repassadas pela Anatel, a Oi não atingiu as metas de velocidade para serviços de banda larga fixa, já a Vivo e a TIM também foram reprovadas em relação à velocidade oferecida nos serviços de banda larga móvel. No quesito “banda larga fixa” todas elas respeitaram o padrão exigido pela Anatel, exceto a Oi no estado do Rio de Janeiro.

Vale salientar que além destas empresas a cima citadas, a Net, GVT, CTB, Ajato, Sercomtel e Cabo Telecom também foram avaliadas nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Paraná e São Paulo.

Já no serviço de banda larga móvel as empresas submetidas à avaliação pela Anatel foram às quatro maiores empresas que prestam esse serviço no país, são elas: Claro, Oi, TIM e Vivo. Todas essas empresas passaram por avaliações da Anatel nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e São Paulo, onde a Vivo não atingiu os 95% de transmissão instantânea no Rio de Janeiro, enquanto a TIM também não atingiu a meta estipulada no estado de São Paulo.

Para a Anatel, essas operadoras que mais uma vez não atingiram as metas por ela estipulada, ou seja, que ficaram abaixo da média na qualidade de banda larga, serão alvo de procedimento administrativos e podem ser advertidas ou até mesmo multadas.

Mais sobre: operadoras, Anatel, banda larga
Share Tweet
DESTAQUES
Mais compartilhados
Comentários