Nelson Mandela vira rede social na África

Os netos de Nelson Mandela, Ndaba Mandela, de 30 anos, e de Kweku, de 28, criaram uma rede social que leva o nome do avô com a finalidade de gerar lucros para investir em programas sociais na África.

Por | @RafaelaPozzebon Redes sociais

O ex-presidente da África, Nelson Mandela, segue hospitalizado em estado grave. No entanto para homenagear o avô e também arrecadar fundos para programas sociais, dois de seus netos criaram uma rede social que leva o seu nome.

A mandela.is tem como objetivo principal lucrar para poder financiar programas de desenvolvimento na África. Através da rede social os usuários podem deixar mensagens, enviar fotos ou mesmo compartilhar pensamento.

É uma rede social que se nutre da inspiração que meu avô provoca em nível mundial", explica Ndaba Mandela, de 30 anos, um dos netos.

“As pessoas podem contar o que Mandela incitou-as a fazer, de que maneira as estimulou a prestar serviço a sua comunidade", acrescenta Ndaba, que é presidente da Africa Rising, uma organização sem fins lucrativos que quer apoiar a inovação e o desenvolvimento na África.Nelson Mandela vira rede social na África

Nelson Mandela é um ícone para o mundo, considerado um verdadeiro herói na África. Porém, após suas sucessivas internações e seu estado físico delicado, o povo percebeu que Mandela não é imortal.

"Só rendemos homenagem aos nossos heróis, aos nossos chefes, depois que morrem", lamenta Ndaba, que desenvolve o site na companhia de seu primo Kweku, de 28 anos.

O site criado pelos netos já conta com vários usuários, entre eles o jornalista nigeriano Kukogho Samsom, que costuma enviar poemas com bastante frequência. Os usuários brasileiros ainda não podem fazer uso da rede social.

Mais sobre: nelson mandela, rede social, netos
Share Tweet
DESTAQUESMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.