Yahoo! está a frente do Google após cinco anos

Pela primeira vez em anos, Yahoo consegue superar o Google em tráfego de internet nos Estados Unidos.

Yahoo! está a frente do Google após cinco anos

De acordo com dados da comScore, o número de visitas em sites do Yahoo superou os dos serviços do Google no mês de julho deste ano. A pesquisa indica que os sites do Yahoo tiveram 196,6 milhões de visitantes únicos em julho.

Desde o ano de 2011, esta é a primeira vez que o Yahoo consegue ficar em primeiro lugar no quesito tráfego de internet nos Estados Unidos. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o número de visitantes únicos do Yahoo cresceu 21%. Na ocasião, a companhia ficou apenas em terceiro lugar no ranking de visitas, ficando atrás do Google e da Microsoft.

No mesmo período, todos os serviços do Google atraíram 192,3 milhões de visitantes únicos, tendo queda de apenas 1%. A Microsoft, por sua vez, aparece em terceiro lugar no mês de julho deste ano, com 179,6 milhões de acessos únicos. O Facebook aparece logo atrás, somando 142,3 milhões e a AOL com 117,4 milhões.

No mês passado, durante uma reunião com executivos, a CEO do Yahoo informou que o número de visitantes estava crescendo após um bom tempo de queda. De acordo com Marissa Mayer, as novas versões dos serviços, como e-mail, clima, esportes, notícias e Tumblr foram os responsáveis pelo significativo aumento.

Vale notar que o Tumblr foi adquirido pelo Yahoo no ano passado e os dados da comScore não incluem o número de visitantes do serviço, como também o tráfego de dispositivos móveis. A rede social, de acordo com informações, trouxe 38,4 milhões de visitantes únicos em julho deste ano.

A comScore afirma que o Yahoo nunca ficou muito atrás do Google em relação ao tráfego na internet, porém, mesmo assim, os números apontados no mês de julho surpreendem. A comScore afirma também que tais números podem ser temporários.

No que diz respeito aos serviços de busca, O Google continua liderando, com 67% do mercado. O Bing, da Microsoft, aparece em seguida com 17% e o Yahoo com 12%. 

Review Notebook ASUS Zenbook 14 UX435: Duas telas, bateria top e muito bonito

O Zenbook 14 versão UX435E, acabou de ser lançado e, sim, a ASUS já nos enviou. Testei ele pelas últimas semanas trabalhando diretamente, minha vontade de mostrar essa segunda tela era tanta, mas não podia. Olha só que animal, o touchpad vira uma tela secundária, totalmente personalizável e útil. Vem ver o que o Zenbook 14 de 2021 tem para te oferecer, o que ele traz de novidades e claro, se vale a pena pagar o preço.

Conteúdo relacionado

Motorola Moto G60 é bom em jogos? - Roda Liso
Roda Liso

Motorola Moto G60 é bom em jogos? - Roda Liso

Analisamos o novo MOTO G60 em onze diferentes jogos de Play Store, dentre eles, Free Fire, Fortnite, PUBG, Call of Duty Mobile, Genshin Impact e outros. Como é jogar com o Moto G60?

O que é a Neutralidade da rede? E o que influencia nas nossas vidas?
Internet

O que é a Neutralidade da rede? E o que influencia nas nossas vidas?

A Neutralidade da rede no Brasil é determinada e regulamentada pela Lei n°12.965 de 23 de abril de 2014, onde estabelece as normas para o tráfego da internet.

Tráfego da internet, até 2020, será basicamente de vídeos
Internet

Tráfego da internet, até 2020, será basicamente de vídeos

Vídeos irão se tornar tendência na internet. Eles já são responsáveis pela movimentação de milhões de dólares.

Robôs já são a maioria na internet
Internet

Robôs já são a maioria na internet

De acordo com os dados da Incapsula, somente 48,2% do tráfego da rede é composto por pessoas.

De 190 países, 68% não possuem franquias de dados na internet banda larga
Internet

De 190 países, 68% não possuem franquias de dados na internet banda larga

Estudo levantado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) aponta que maioria dos países não impõe controle no volume de tráfego da rede.

Movimentos contra franquias limitadas na internet fixa ganham força
Internet

Movimentos contra franquias limitadas na internet fixa ganham força

Brasileiros têm utilizado a própria internet para escancarar insatisfação com a imposição de um limite no tráfego de dados na banda larga fixa. Para isso, eles apostam em petições online e grupos nas redes sociais.