Root no Android vale a pena?

Entenda o que significa fazer root em seu dispositivo com Android e conheça as vantagens e desvantagens do procedimento que pode oferecer diversas novas funcionalidade ao seu aparelho, transformando-o completamente.

Por | @eduardobarbian Smartphones

Se você é um usuário do Android, seja em um Tablet ou Smartphone, deve estar ciente das inúmeras possibilidades e funções que um aparelho portando o sistema móvel mais utilizado no mundo é capaz de realizar através de seus diversos aplicativos para os mais variados fins. Mas apesar disso, o Android ainda é um sistema muito fechado ao usuário, que fica limitado às poucas alterações que o sistema lhe permite fazer, e a solução para isto está no Root.

O Root é a melhor forma de proporcionar mais liberdade e funcionalidades em aparelhos que rodam o Android, permitindo que os aplicativos possam fazer o uso de recursos mais avançados do sistema, além fornecer ao usuário um controle muito maior sobre os dados e informações. Mas apesar de oferecer algumas vantagens, também existem alguns pontos negativos que devem ser levados em consideração, porém vamos explicar primeiramente o que é o Root. 

Afinal, o que é o Root?

Você já deve saber que o Android é baseado no Linux, e assim com no sistema do pinguim existem diferentes níveis de autorização do sistema, de forma a limitar o acesso às informações por pessoas ou softwares. Sendo assim, por padrão você utiliza o Android com uma “conta de usuário” limitada, permitindo que você tenha acesso somente a algumas informações superficiais do sistema, desta forma o usuário não poderá fazer modificações que danifiquem o aparelho, além de protegê-lo contra o roubo de informações por aplicativos maliciosos.

Root no Android vale a pena?
Cuidado com aplicativos maliciosos

Quando se realiza o root, você passa a ter acesso ao sistema como um superusuário, sendo capaz de dispor de funções e dados não disponíveis anteriormente, e desta forma o controle de acesso a dados e informações que mantêm o sistema em perfeito funcionamento ficam por conta do usuário.

Fazendo uma analogia, é como encontrar a chave de um quarto onde estão as ferramentas necessárias para manter seu jardim em ordem.

Por que fazer?

Dentre os principais motivos que levam os usuários a realizar o root, está o uso de aplicativos que requerem um acesso maior ao dispositivo para funcionar corretamente, pois necessitam se integrar ao sistema para rodar suas funções, como aplicativos de rastreamento ou backup, por exemplo.

Quando compramos um aparelho novo, a primeira coisa que pensamos é qual a melhor forma de proteger o dispositivo contra uma possível perda ou roubo, e para isso existem aplicativos específicos capazes de rastrear o aparelho nessa situação, e estes aplicativos requerem acesso root ao sistema, como o Cerberus Anti-Thief.

Os aplicativos de backup são importantes na hora de salvar arquivos para realizar a transferência para outro dispositivo ou até mesmo para manter uma cópia de segurança. Estes aplicativos quando utilizados sem o root tem suas funcionalidades limitadas, pois são capazes de salvar somente o que o Android permitir, e com o root quem decide o que salvar é o usuário.

Root no Android vale a pena?
Titanium Backup pedindo permissão root

Outro ponto a favor do root é a possibilidade de realizar modificações no Android, seja através de Custom ROMs ou apenas na remoção de aplicativos e funções supérfluas instaladas pelas fabricantes e operadoras de telefonia, que servem somente para tornar o sistema mais lento e limitado.

O root ainda permite que sejam mudados alguns aspectos do funcionamento do hardware do aparelho, trazendo aos mais entendidos a possibilidade de realizar overclock e undervolt no processador do dispositivo, aumentando consideravelmente seu desempenho e duração da bateria, respectivamente.

As novas possibilidades agregam muito ao Android, tornando-o um sistema muito mais completo e útil, com funcionalidades interessantes, tal como utilizar o controle do PS3 para jogar, recuperar arquivos apagados acidentalmente, controlar quem pode ou não ligar para você ou até mesmo fazer o uso de funções disponíveis somente em versões mais novas do Android.

Riscos

Realizar o root no android também pode trazer alguns riscos, como por exemplo  o “brick”, que significa transformar seu aparelho em um “tijolo”, ou seja, causar algum dano permanente ao sistema que inutilizará seu dispositivo. Quando se tem acesso root ao sistema, você terá acesso a arquivos e dados importantes para o funcionamento do Android, e existem diversos aplicativos maliciosos que se aproveitam deste detalhe para roubar informações do usuário ou até mesmo danificar o Android.

Outro motivo para ser levado em conta antes de realizar o root é a possibilidade da perda de garantia do aparelho, isto porque a grande maioria dos fabricantes não aconselha a fazer tal procedimento que possa prejudicar o sistema e torná-lo vulnerável a diversos tipos de ameaças, sendo o principal risco a infeção por malwares disfarçados.

Apesar de existir, as possibilidades de algo errado ocorrer e você ficar sem seu aparelho são ínfimas, e um pouco de estudo sobre o que você está fazendo tornará o processo mais seguro.

Nossa Opinião

Apesar de alguns riscos, o root é capaz de dar quase uma nova vida ao Android, com diversas funções que talvez sejam úteis ou até mesmo importantes para determinado usuário, portanto se você possui um conhecimento um pouco mais avançado sobre o sistema e entende os possíveis riscos, faça o root e obtenha um controle muito maior do sistema para fazer as modificações que desejar para obter a melhor experiência e uso do aparelho.

Mas caso você não se sinta seguro para realizar o root e acredita que o procedimento não irá agregar nada para sua experiência com Android, não o faça, pois ainda assim terá um sistema completo e com praticamente infinitas funcionalidades.

Mais sobre: android, root, google
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.