Alunas da Dinamarca descobriram que plantas não crescem próximas a roteadores Wi-Fi

Estudantes de uma escola da Dinamarca, realizaram estudos de efeito da radiação e exposição de plantas junto a roteadores e a uma sala de radiação, sendo que descobriram que ambos possuem o mesmo efeito.

Por | @RafaelaPozzebon Ciência

Cinco estudantes da Escola Hjallerup, da Dinamarca, descobriram que ao lado ou perto de um roteador Wi-Fi, nenhuma planta consegue se desenvolver. O estudo foi realizado a partir de uma descoberta que uma das alunas fez; pois ela quando deixava o celular próximo a sua cabeça ao dormir, não conseguia se concentrar nas aulas no outro dia.

A partir disso, o grupo resolveu realizar testes de efeito de radiação de celulares no cérebro humano, mas como os estudantes não possuíam estrutura necessária para realizar o mesmo, resolveram mostrar o efeito da radiação em uma planta e foi a partir daí que as estudantes conseguiram tal descoberta.

As meninas então pegaram bandejas com sementes de um tipo de agrião e as colocar em uma sala de radiação; outras foram colocadas próximas a dois roteadores, sendo que as alunas descobriram que os roteadores emitiam o mesmo tipo de radiação de um celular comum.

As plantas ficaram expostas a radiação nas salas e próximo aos roteadores pelo período de 12 dias, onde observaram que no fim do período boa parte das plantas estavam mortas ou nem haviam se desenvolvidas.

Para o estudo ter validade, a partir de agora o experimento terá que ser refeito por algum cientista, e assim um professor de neurociência do Instituto Karolinska, na Suécia, irá tentar refazer o teste para que o mesmo seja validado.

Alunas da Dinamarca descobriram que plantas não crescem próximas a roteadores Wi-Fi

Mais sobre: ciencia, roteadores, wi-fi
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.