Microsoft anuncia corte de preço no seu serviço em nuvem

A Microsoft, em uma tentativa de ficar na liderança do crescente negócio de computação em nuvem, baixou radicalmente o valor para o armazenamento e processamento de dados online.

Por | @oficinadanet Negócios

A Microsoft, em uma tentativa de ficar na liderança do crescente negócio de computação em nuvem, baixou radicalmente o valor para o armazenamento e processamento de dados online.

Nesta terça-feira  (16) a companhia anunciou que irá equiparar os seus preços ao da Amazon.com, assim, oferecer um desconto de 21% a 33% em alguns dos serviços de dados online mais  comuns que oferece.

"Clientes não querem simplesmente remover ou trocar a infraestrutura atual para obter o benefício da nuvem; eles querem os pontos fortes dos investimentos locais (on-premises) e a flexibilidade da nuvem. Não é apenas a conversa entre Infraestrutura como Serviço (IaaS) ou Plataforma como Serviço (PaaS), mas sim o poder dos Serviços de Infraestrutura e Serviços de Plataforma em cenários híbridos", diz o texto do anúncio no blog oficial da Microsoft.

 Com essa atitude, a Microsoft pretende conquistar clientes do Amazon Web Srvice (AWS) através de Windows Azure. "Se havia dúvidas de que o Windows Azure era mais caro, estamos colocando essas preocupações para trás hoje", disse Steven Martin, um executivo do negócio Azure da Microsoft.

DEIXE SEU COMENTÁRIOComente aqui
RecomendadoEnquete
Qual navegador você usa?
Chrome(66,60%)
Edge(12,68%)
Firefox(8,46%)
Opera(6,77%)
Safari(5,50%)
Assine a nossa newsletter

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Comentários
@oficinadanetoficial