Upstart lança versão 1.8 com novas funcionalidades

O Upstart assegura o começo e parada das tarefas e serviços durante o boot, bem como uma parada programada, além de supervisionar os sistemas em execução

Por | @oficinadanet Softwares

A nova versão 1.8 do Upstart, que é utilizado principalmente pelo Ubuntu e outras distribuições como alternativa para o SysV init que lança vários serviços do sistema durante o processo de boot-up, agora também pode monitorar os arquivos e diretórios. Se um determinado arquivo ou diretório é criado, modificado ou excluído, o Upstart inicia um processo relacionado, isto significa, por exemplo, que os serviços podem ser automaticamente reiniciados quando seu arquivo de configuração é alterado.

Hoje, os administradores reiniciam o serviço manualmente utilizando o initctl. Para ver exemplos de como a nova função pode ser usada, acesse o Link

Outro recurso adicionado a esta versão é um monitor gráfico de eventos para acompanhar os vários eventos criados pelo Upstart, que o torna amplamente útil para solução de problemas. O download do novo código fonte do Upstart é disponibilizado no site do projeto. Provavelmente o Upstart 1.8 será integrado com a nova versão do Ubuntu (versão 13.04) que será lançada em breve.

Destaques do upstart:

  • As tarefas e os serviços são começados e parados por eventos (Signal);
  • Os eventos são gerados enquanto as tarefas e os serviços estão funcionando ou parados;
  • Os eventos podem também ser gerados em intervalos programados, ou quando os arquivos de configuração forem alterados;
  • Os eventos podem ser recebidos de qualquer um ou de processos do sistema;
  • Os serviços podem ser reiniciados se morrerem inesperadamente;
  • Comunicação bidirecional com o daemon do init, para descobrir se os serviços estão funcionando, porque falharam, etc.

Mais sobre: Upstart Linux boot
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter