Astrônomos pretendem procurar alienígenas em asteroide de formato inusitado

Pesquisadores pretendem procurar vida extraterrestre no asteroide.

Por | @oficinadanet NASA

Astrônomos irão utilizar um dos maiores telescópios do planeta para procurar vida alienígena em um objeto que ronda o nosso sistema solar. Chamado de “Oumamua”, ou “primeiro mensageiro” foi detectado em outubro deste ano.

Para realizar o feito os pesquisadores irão utilizar o telescópio Green Bank, que será responsável por passar horas seguidas usando sensores que tentarão capturar algum possível sinal extraterrestre. A viagem, mesmo que não se encontre nada, não será totalmente perdida, já que os astrônomos poderão verificar outros dados, como se o objeto contém água e ainda descobrir a sua composição.

Astrônomos pretendem procurar alienígenas em asteroide de formato inusitado.asteroide de formato inusitado." src="https://www.oficinadanet.com.br/imagens/post/21234/asteroide_750x469_5a32a39201bf9.jpg" alt="Astrônomos pretendem procurar alienígenas em asteroide de formato inusitado." />Astrônomos pretendem procurar alienígenas em asteroide de formato inusitado.

Leia também:

“As chances de ouvirmos alguma coisa são bem pequenas, mas se fizermos, poderemos tentar interpretá-la”, disse Avi Loeb, Professor de astronomia de Harvard.

O objeto em questão foi detectado pelo telescópio Pan-Starrs na Universidade do Havaí. Conforme os estudiosos, o objeto, que possui formato de cigarro, é diferente de tudo o que já foi visto no sistema solar.

“Parece algo de origem natural, mas [seu formato] é tão peculiar, que queremos checar se há algum sinal de vida através de emissões de rádio. Se detectarmos um sinal que aparece vida extraterrestre, saberemos imediatamente.”

O objeto possui 800 metros de comprimento por 80 de largura, e gira em torno de seu próprio eixo a cada sete horas e vinte minutos.

SHARE
+ Notícias
Comentários
 
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar