Após fracasso do Trending topics, Facebook pretende lançar nova aba de notícias

Após uma tentativa frustrada de incorporar notícias locais na rede social, o Facebook pretende lançar uma aba de notícias, e para isso, está formando uma equipe de jornalistas especializados.

Por Redes sociais Pular para comentários
Após fracasso do Trending topics, Facebook pretende lançar nova aba de notícias

O Facebook está procurando jornalistas para uma equipe responsável por selecionar matérias para sua aba de notícias. As vagas devem ser anunciadas na tarde da próxima terça-feira, caso você tenha interesse.

A Aba Notícias terá um algoritmo para seleção, com o objetivo de conectar os usuários às notícias nas quais eles possam ter interesse. Os jornalistas do Facebook selecionarão a seção de principais notícias da guia, preenchendo-a com as matérias mais importantes do país.

A guia News está prevista para ser lançada em outubro, e o Facebook está buscando parcerias com grandes meios de comunicação, como o The Washington Post e ABC News para preencher a seção. A rede social sinalizou aos executivos de algumas agências que está disposta a pagar taxas anuais de licenciamento de até US$ 3 milhões pelos direitos sobre as manchetes e as prévias dos artigos, de acordo com o Wall Street Journal.

"Nosso objetivo com a guia Notícias é fornecer uma experiência personalizada e altamente relevante para as pessoas", disse à AFP Campbell Brown o diretor de parcerias de notícias do Facebook Campbell Brown, em um comunicado. "A maioria das notícias que as pessoas verão aparecerá na guia por meio de seleção algorítmica. Para a seção Top News da aba, estamos reunindo uma pequena equipe de jornalistas, para garantir o destaque para as histórias certas."

Após fracasso do Trending topics, Facebook pretende lançar nova aba de notícias

Fracasso na primeira tentativa do Facebook em incorporar notícias

Esta não é a primeira vez que o Facebook experimenta a curadoria de notícias. No ano passado, o Facebook encerrou sua seção Trending topics, dedicada a dar aos usuários uma olhada rápida nas notícias, depois que o serviço se tornou "cada vez menos útil", segundo a empresa. Eram apenas 1,5% dos cliques para editores, nos cinco países em que estavam disponíveis (EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália e Índia). 

Preenchido pelo algoritmo do Facebook, o Trending topics do Facebook se tornou uma grande dor de cabeça para a empresa. A próxima guia de notícias do Facebook deve ter uma abordagem diferente do que foi o Trending.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários