Microsoft corrige falhas de segurança do Windows 10

A falha em questão permite que os hackers consigam privilégios de administrador para conseguir executar códigos maliciosos no Windows 10.

Por Microsoft Pular para comentários
Microsoft corrige falhas de segurança do Windows 10

A Microsoft começou a liberar a Atualização de Abril já faz um tempinho para aparelhos com o Windows 10. Ontem (terça-feira), a companhia lançou um update cumulativo chamado "Patch Tuesday". Nesse update a Microsoft costuma corrigir vários erros e problemas encontrados no Windows 10.

De acordo com informações da mídia internacional, a Microsoft corrigiu na última atualização duas brechas de segurança que já estavam sendo exploradas por hackers no mundo inteiro. Uma das vulnerabilidades está presente em todos os aparelhos equipados com o Windows 10 e pode ser encontrado no mecanismo VBScript.

A falha em questão permite que os hackers consigam privilégios de administrador para conseguir executar códigos maliciosos no Windows 10. Conforme a Kaspersky, a brecha vinha sendo explorada por cibercriminosos já faz algum tempo. No ato, a vítima recebia um documento Microsoft Office infectado que acabava acionando o bug.

Anton Ivanov, pesquisador de segurança da kaspersky Lab, escreveu um e-mail explicando um pouco mais sobre a falha.

Microsoft corrige falhas de segurança do Windows 10.Microsoft corrige falhas de segurança do Windows 10.

"Essa técnica, até ser corrigida, permitia que criminosos forçassem o Internet Explorer a carregar, não importando qual navegador usasse normalmente, um código que abria a brecha de segurança."

Já, a segunda vulnerabilidade grave que foi corrigida pela Microsoft atinge o componente Win32K do Windows.

"Um atacante que explorasse com sucesso esta vulnerabilidade poderia executar código arbitrário no modo kernel. Ele pode então instalar programas; visualizar, alterar ou excluir dados; ou criar novas contas com direitos totais de usuário", disse um funcionário da Microsoft através de um e-mail.

No total, a atualização do Windows trouxe a correção para mais de 68 falhas e brechas de segurança no Windows 10. Entre elas, 21 era consideradas como críticas, 45  como importantes e duas delas de baixa gravidade.

A Microsoft orienta os usuários a instalarem o update cumulativo logo que receberem em seus computadores.

Compartilhe com seus amigos:
Rafaela Pozzebom
Rafaela Pozzebom Graduada em Letras pela UFSM e especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à educação
FACEBOOK //
Quer conversar com o(a) Rafaela, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias