Oficina da Net Logo

Microsoft retira bloqueio de antivírus em updates de segurança no Windows 10

Companhia vai continuar a aplicar essa exigência para versões mais antigas do Windows.

Por | @fsbeling Microsoft Pular para comentários

O bloqueio de updates de segurança para PCs com Windows 10 que não contam com softwares de antivírus aprovados foi derrubado pela Microsoft. Contudo, a regra permanece para o Windows 7 e 8.1. No início de janeiro a regra foi estabelecida, quando a Microsoft publicou as primeiras ações contra as falhas Spectre e Meltdown, cujas vulnerabilidades são originárias das falhas de design presentes nos processadores mais modernos, de fabricantes como AMD, ARM e Intel.

De acordo com as informações da Microsoft, as atualizações de segurança poderiam travar os PCs por conter um antivírus que de maneira equívoca poderia entrar na memória kernel incorretamente. Com isso, para evitar que as máquinas sofressem com erros de paralisação durante o processo de instalação dos updates de segurança, que poderiam resultar na temida “Tela Azul da Morte”, a companhia estabeleceu que empresas de antivírus necessitariam garantir que seus códigos fossem compatíveis com os patches para as falhas Spectre e Meltdown, solicitando inclusive que as fabricantes de softwares de antivírus ressaltassem está compatibilidade ao escrever uma nova chave no Windows Registry.

Caso não houvesse a presença desta chave, os updates não seriam baixados e instalados, ou seja, um PC com Windows sem a presença de um antivírus aprovado não receberia as atualizações de segurança.

Veja também: 

Na época, em um documento de suporte da empresa, a seguinte informação foi dada “A Microsoft continuará aplicando essa exigência até que tenha total confiança de que a maioria dos consumidores não enfrentarão problemas com ‘travamentos’ dos dispositivos após instalar os updates de segurança”.

Novo posicionamento

Na última terça-feira (13), a Microsoft afirma ter retirado o empecilho “Nosso trabalho recente com nossos parceiros de antivírus para a compatibilidade com os updates do Windows agora chegou a um nível sustentado de compatibilidade ampla com o ecossistema. Com base nas nossas análises dos dados disponíveis, agora estamos retirando a verificação de compatibilidade de antivírus para os updates de segurança de março de 2018 do Windows para os aparelhos Windows 10 suportados via Windows Update.”

iiCompanhia vai continuar a aplicar essa exigência para versões mais antigas do Windows

Leia também:

Porém, as restrições de updates permanecem para PCs com Windows 7 e Windows 8.1. Nesta semana, a companhia informou que vai permanecer com o bloqueio em versões mais antigas até que tenha solucionado os problemas de travamento nas máquinas “A Microsoft vai continuar a aplicar essa exigência para versões mais antigas do Windows até que tenha total confiança que a maioria dos usuários não vão sofrer com problemas de ‘travamento’ nas máquinas após instalar os updates de segurança do Windows”.

Os updates de segurança do Windows 10 são cumulativos, com isso, todas as correções liberadas anteriormente acompanham os patches do mês atual. Desta forma, os usuários voltarão a ter uma sistema atualizado, assim que aplicar o conjunto do mês de março.

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #Microsoft  #windows10  #spectre  #segurança
Comentários