Lenovo lidera crescimento no ramo no primeiro trimestre de 2019

O Grupo Lenovo segue crescendo pelo oitavo trimestre consecutivo e lidera mercado de PCs no mundo, caminhando contra a crise.

Por Mercado Tech Pular para comentários

O Grupo Lenovo anunciou ontem, 14/08, um superávit de 12.5 bilhões de dólares, o oitavo crescimento consecutivo por trimestre. O rendimento bruto mais que dobrou em um ano, de 127 milhões de dólares para 240 milhões. O rendimento líquido também mais que dobrou, de 85 milhões para 162 milhões de dólares.

"Esse ano fiscal começou excelente. Novamente, esse trimestre com fortes resultados providenciaram evidência sólida de que a transformação inteligente da Lenovo está permitindo à empresa manter um sustentável e lucrativo crescimento na dinâmica atual e mutável do mundo. Nossa persistente eficiência executiva e operacional nos permite trazer nossa visão de vida e entregar tecnologia mais inteligente a todos", disse Yang Yuanqing, CEO da Lenovo.

Lenovo

Ainda segundo o relatório, os resultados mais fortes são liderados pelo Grupo de Dispositivos Inteligentes, composto pelos Grupo de PC e Dispositivos Inteligentes e Grupo de Dispositivos portáteis. No setor de PCs, o volume de vendas cresceu mais que o mercado que ainda está em recuperação. Também se atingiu um recorde de participação no mercado, de 24,9%, ou seja, um em cada quatro PCs no mundo é da Lenovo.

Já o segundo grupo de portáteis entregou outro trimestre lucrativo e apresentou melhora no rendimento bruto em 100 milhões de dólares pelo quarto trimestre consecutivo. A Lenovo também reafirmou seu compromisso em inovar e criar novos produtos, atingindo novos mercados.

Compartilhe com seus amigos:
Bruno Ignacio de Lima
Bruno Ignacio de Lima Jornalista, gamer e geek. Louco por tecnologia. Redator de smartphones e novidades tecnológicas aqui no Oficina da Net
Quer conversar com o(a) Bruno, comente:
Carregar comentários
O que é mais importante em um smartphone?
Bateria(26,69%)
Câmera(14,34%)
Performance(51,39%)
Aparência(2,79%)
Tela(4,78%)