Oficina da Net Logo

Linux Cinnamon vs Linux MATE: Qual é a diferença?

Se você está em dúvida entre estas duas interfaces de usuário do Mint, confira o nosso comparativo entre o Linux Cinnamon e o Linux Mate, e escolha a melhor para você.

Por | @oficinadanet Linux 4 comentários

Se você é fã do Linux Mint, saiba que você tem mais de uma opção de experiência na distribuição. Especificamente, os usuários podem selecionar uma das poucas interfaces para Mint. Embora o menu do Mint ofereça muitas opções, os usuários menos experientes podem não saber o que os diferencia. Este guia tem como objetivo desmistificar as duas principais versões de interface Mint, apresentando alguns pontos de comparação entre eles. 

O que são o Cinnamon e o MATE? 

Cinnamon e MATE são ambos ambientes gráficos do Linux Mint, mas o que exatamente é isso? Um ambiente gráfico (ou simplesmente interface) é a aparência gráfica e o layout de um sistema, além do conjunto padrão de utilitários, aplicativos e opções de configurações.  

Tanto o Cinnamon quanto o MATE são desenvolvidos e adaptados para o projeto Linux Mint, e ambos são construídos a partir do conjunto de bibliotecas gráficas do GTK +. E como eles são executados no mesmo sistema operacional (a distribuição Linux Mint do Linux) e extraídos da mesma família de bibliotecas gráficas, e eles são compatíveis no mesmo hardware - em qualquer lugar que o Cinnamon pode ser executado, o MATE também poderá, e vice-versa. 

Apesar dessas semelhanças, os dois ambientes gráficos são projetados com diferentes filosofias. O MATE é uma continuação da versão 2.x descontinuada da interface do Gnome, e mantém o esquema tradicional de um painel inferior, com um simples menu de aplicativos, e uma lista de aplicativos em execução, além de uma tela inicial onde os arquivos podem ser dispostos. 

Interface MateInterface Mate

Cinnamon, por outro lado, é uma espécie de vanguarda de trilha alternativa do projeto Gnome 3.x. Ele dá um aceno para a interface tradicional, e também incorpora opções avançadas de menu, uma interface mínima e mais limpa, e uma seleção com curadoria de extensões para a barra de status, além de outros componentes visuais da tela inicial. A ideia aqui é fornecer aos usuários de Linux uma interface “moderna”, que equilibre funcionalidade e elegância. 

Interface CinnamonInterface Cinnamon

Você pode executar o Cinnamon e o MATE na maioria das distribuições Linux, mas eles funcionam melhor no Linux Mint. Para fins de comparação, e dando a eles a melhor chance de brilhar, vamos avaliá-los com base em suas respectivas edições atuais do Linux Mint.

Eles também são provavelmente os dois ambientes gráficos mais polidos que você pode rodar no Linux Mint - o Xfce também é uma escolha, mas não é uma prioridade para os desenvolvedores, então ele acaba sendo “jogado para escanteio”. 

Linux Cinnamon vs Linux MATE: Qual é a diferença?  

1. Estética

Cinnamon é elegante e consistente, enquanto ainda permite ao usuário escolher a inflexão temática preferida. Temas, juntamente com outros elementos gráficos como widgets de interface e applets na barra de status, podem ser facilmente instalados no menu Temas do Cinnamon.

Se você quiser considerar mais opções de temas, pode adquirir em uma “loja” de extensões online, que permite modificar o Cinnamon, evitando que o painel fique fora de controle e confuso. 

Entre esses dois métodos, você tem acesso aos mais novos temas do GTK + 3, competindo para dar ao Linux um novo estilo contemporâneo. Você também pode instalar temas do GTK + 3 no MATE, mas o Cinnamon está otimizado para executá-los.

2. Velocidade

No geral, o MATE é mais enxuto e menos intensivo no hardware que o Cinnamon, o que o torna mais rápido. O visual “tradicional” e menos chamativo do MATE significa que ele não precisa dedicar tanta memória e processamento a efeitos visuais brilhantes, tornando tudo mais fácil.

O utilitário padrão definido para o MATE também troca alguns utilitários do Cinnamon por alternativas menores e mais simples que, novamente, reduzem o tempo de espera do carregamento para a inicialização do aplicativo. 

3. Personalização

Enquanto o Cinnamon coloca os menus de personalização na frente e no centro, ele apresenta um conjunto de escolhas um tanto restritivo. O MATE, por outro lado, permite que você faça qualquer coisa que possa imaginar. O MATE permite alternar as coisas de forma mais fragmentada - em vez de aplicar um único tema em todos os elementos da interface do usuário, como o Cinnamon incentiva os usuários a fazer. 

O MATE permite que você vá em direções diferentes na aparência de menus, barras de janelas, ícones e muito mais. Por exemplo, é simples configurar o painel MATE de forma diferente do resto da interface do menu, enquanto o Cinnamon realmente desencoraja isso. 

Você também pode mexer com o gerenciador de janelas no MATE mais do que no Cinnamon, que é o programa no centro de uma interface que determina como as janelas são desenhadas e posicionadas.

Na verdade, o Cinnamon oferece apenas uma opção, enquanto o MATE permite que você escolha entre vários gerenciadores de janela e mais de um compositor, um tipo de mecanismo de desenho de efeito. Um compositor-gerenciador de janelas combinado que se destaca é o Compiz, que permite que você se aprofunde nos efeitos gráficos que adornam janelas em movimento, alternando espaços de trabalho, entre outras coisas. 

4. Estabilidade

Com aplicativos simples, uma interface simples e bibliotecas GTK + 2 testadas e comprovadas, o MATE é sólido como uma rocha. Por não tentar fazer muito e fazer tudo bem, o MATE quase nunca falha. As coisas simplesmente funcionam, e se você quer que elas pareçam mais legais e ainda funcionem, você também pode fazer isso. 

5. Usabilidade

A aparência unificada e os utilitários completos do Cinnamon o tornam ideal para uma experiência de computação moderna. Cada portal de personalização tem uma interface semelhante à loja de aplicativos, seja uma loja de aplicativos real ou um menu de tema, que é instantaneamente familiar a qualquer usuário de computador desktop ou notebook. Todo utilitário, como a imagem ou o visualizador de documentos, também é rico e completo, e não reduz as opções de menu para um processamento eficiente, como o MATE às vezes faz. 

6. Utilitários

Essa categoria realmente depende da sua preferência. Como sugerido acima, os utilitários são os aplicativos pré-instalados que permitem acessar e manipular arquivos de todos os tipos, administrar seu sistema e basicamente tornar a interface útil.

Se você está procurando por utilitários simples que nunca falham, o MATE é sua melhor aposta. Se você quer um conjunto moderno e completo de recursos e um acabamento elegante, o Cinnamon é o melhor para você. 

Conclusão 

Não há realmente nenhuma resposta definitiva para qual desses ambientes gráficos, ou qual interface, é a melhor. O critério mais importante é se um ambiente se adapta ao seu fluxo de trabalho e estilo pessoal.

Dito isso, você tem mais chances de encontrar um UX que seja melhor para você quando souber o que deve escolher. 

Comentários
Carregar comentários