Huawei responde oficialmente ao seu banimento da Suécia

Agora a Huawei se manifestou com uma resposta oficial à proibição que sofreu na Suécia, onde operadoras já não podem mais utilizar equipamentos da fabricante.

Imagem: Divulgação Getty Images
Imagem: Divulgação Getty Images

Operadoras da Suécia foram proibidas nesta última terça-feira de utilizarem equipamentos da Huawei e ZTE. O anúncio alerta às operadoras para eliminarem essas empresas antes do leilão de espectro que acontecerá no próximo mês.

Agora a Huawei se manifestou com uma resposta oficial à proibição. O porta-voz da empresa revela em um comunicado que a Huawei está "em choque". O fabricante chinês afirma que a decisão do governo sueco é "injusta e inaceitável" e "completamente baseada em suposições infundadas".

A Huawei opera em países da região há 20 anos e tem mais de 30 anos de história operacional em mais de 170 países no mundo. "A Huawei nunca representou a menor ameaça à cibersegurança da Suécia, e nunca o fará. A exclusão da Huawei não tornará a rede 5G da Suécia mais segura. Pelo contrário, a competição e a inovação serão severamente prejudicadas. "

Além disso, o porta-voz da Huawei disse que a empresa irá "avaliar cuidadosamente" o impacto da Administração Sueca de Telecomunicações da decisão acima, e espera que o governo sueco "em um espírito de mercado justo e aberto" reavalie esta decisão.

A Suécia é o país de origem de um dos principais concorrentes (Ericsson) na rede 5G global. O país europeu anunciou a proibição da Huawei e ZTE de sua construção 5G. De acordo com a agência reguladora sueca, a proibição será oficial antes do leilão de espectro programado para o próximo mês.

Sob pressão dos Estados Unidos, os governos europeus têm avaliado o papel das empresas chinesas na construção de redes de próxima geração. Em julho deste ano, o Reino Unido baniu o fabricante chinês de sua rede 5G. Ela espera eliminar completamente a empresa de seu sistema até 2027.

Em outros relatórios, a Coreia do Sul disse que não banirá uma empresa específica. De acordo com relatos da mídia, um diplomata sul-coreano revelou que no quinto diálogo econômico estratégico Coréia do Sul-EUA realizado em 14 de outubro, o lado dos EUA reiterou o plano de "rede limpa" proposto pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em nome da segurança nacional riscos, para pressionar a Coreia do Sul a parar de usar o equipamento 5G da Huawei e de outras empresas chinesas de tecnologia.

No entanto, o governante sul-coreano respondeu dizendo que a escolha dos equipamentos e tecnologia utilizados pelas operadoras de telecomunicações é da própria empresa e que o governo sul-coreano não vai interferir nas decisões das empresas privadas.

O melhor celular intermediário para importar?

Conteúdo relacionado

Huawei Mate 40: Preços vazam na China
Huawei

Huawei Mate 40: Preços vazam na China

Não falta muito tempo para a apresentação da série Huawei Mate 40, seguida do início das vendas na China. O evento oficial está marcado para o próximo dia 22 de outubro.

Huawei Mate 40: Vídeos mostram recursos e data de lançamento global
Celulares

Huawei Mate 40: Vídeos mostram recursos e data de lançamento global

Com data confirmada para o dia 22 de outubro, próxima quinta-feira, Huawei solta vídeos indicando novos recursos do Huawei Mate 40.

Huawei Mate 40 Pro trará recursos de câmeras inovadores
Celulares

Huawei Mate 40 Pro trará recursos de câmeras inovadores

Os principais fabricantes de smartphones vem lançando novos smartphones topo de linha, um após o outro. Agora, tudo indica que chegou a vez da Huawei.