[Exclusivo] Edifier traz headphones eletrostáticos Stax para o Brasil

Segundo informações de uma fonte confiável, a Edifier irá trazer os headphones eletrostáticos da Stax para o Brasil. Confira os detalhes!

Headphone Stax SR-009S. Fonte: canuckaudiomart (Windave)
Headphone Stax SR-009S. Fonte: canuckaudiomart (Windave)

A Edifier decidiu trazer para o Brasil toda a linha de fones de ouvido (confira aqui) da japonesa Stax, incluindo os headphones eletrostáticos, amplificadores energizer e seus in-ears (chamados de in-the-ear earspeaker pela fabricante). A informação exclusiva foi dada através do criador de conteúdo do canal Mind The Hedphone e CEO da empresa Kuba Audio, Leonardo, que inicialmente era um hobbista de fones de ouvido e acabou levando a sua paixão para outro patamar, trabalhando hoje com o que gosta.

Você provavelmente deve estar se perguntando o que a Edifier tem a ver com a Stax ou, caso você não seja muito familiarizado com fones de ouvido, o que são headphones eletrostáticos. Confira abaixo o que a Edifier está prestes a trazer para o Brasil e que promete mudar a visão de muitos audiófilos.

Stax, uma história e tecnologia que vem de muitos anos no Japão

Sede e fábrica da Stax no Japão. Fonte: Blog E-earphone
Sede e fábrica da Stax no Japão. Fonte: Blog E-earphone

A Stax é uma empresa japonesa focada em produtos de áudio de ponta, chegando a produzir fones de ouvido, amplificadores, caixas de som, antebraço (tonearm), CD Player, DACs, cápsulas fonocaptoras e produtos para caixas de som. A companhia é mais conhecida pela produção de fones de ouvido com drivers eletrostáticos, chamados por eles de "earspeakers".

Em 1938 a Stax foi idealizada por Naotake Hayashi. A empresa surgiu com o nome de Showa Ko-On Manufacturing, em meio a Segunda Guerra Sino-Japonesa (Japão e China), que havia iniciado um ano antes de sua fundação. Juntamente com o conflito entre os dois países orientais, ainda houve a Segunda Guerra Mundial, que foi de 1939 a 1945.

Durante o período de guerra citado acima, nada se sabe sobre os lançamentos da Stax. Nesta época, a indústria japonesa estava focada em desenvolver produtos para a defesa. Talvez durante esta época, a empresa tenha lançado algum fone de ouvido para as aeronaves militares japonesas.

O nome da Stax está associado a eletrônica para profissionais não militares no período pós-guerra. Oficialmente, os primeiros produtos da empresa foram: um microfone condensador, uma "unique electrostatic pickup head" (CP-20) e um braço (tone arm) LA-24 curvo. Todos estes dispositivos, foram lançados em 1950, 12 anos após a fundação da companhia.

Braço (tone arm) Stax LA-24-F. Fonte: audiocircuit
Braço (tone arm) Stax LA-24-F. Fonte: audiocircuit

Em 1952, a empresa mudou o nome para Stax Industries. Dois anos depois, a companhia lançou seu primeiro tweeter eletrostático, mas a revolução ainda estava por vir, com algo que mudaria o rumo da desenvolvedora de equipamentos de áudio.

Embora a Stax tenha sido fundada em 1938, somente vinte e dois anos depois, em 1960, que a empresa foi lançar seu primeiro fone de ouvido eletrostático, o Stax SR-1. Quase uma década depois, em 1968, a companhia lançou mais dois headphones eletrostáticos, o SR-2 e o SR-3. Nos anos seguintes, até os anos 2000, o intervalo de lançamentos de modelos novos não foi maior que 3 anos.

Headphone eletrostárico Stax SR-1. Fonte: Aumkar Chandan (YouTube)
Headphone eletrostático Stax SR-1. Fonte: Aumkar Chandan (YouTube)

Entretanto, apesar da Stax ter lançado diversos modelos (inclusive in-ears), 33 para ser mais exato, em 1995 a empresa declarou falência. Mas não foi por acaso.

Em 1993, o headphone eletrostatico Stax SR-Omega foi lançado, produzindo um som impressionante, realistico e "livre" de distorções. De acordo com o site robbreport, uma brochura da Stax no dia dizia:

"Concluímos que apenas fones de ouvido, que são totalmente imunes às variações sônicas das salas de audição, podem servir como um monitor padrão de referência de áudio verdadeiramente universal."

Um ano depois, foi lançado um amplificador para complementar o SR-Omega, o SRM0T2. Entretanto, ao mesmo tempo que foi uma vitória em termos de qualidade de som gerada, foi um fracasso gigantesco devido ao seu preço. O dispositivo custava aproximadamente US$4500, era limitado a 50 unidades e ainda era propenso a superaquecimento.

Headphone eletrostático Stax SR-Omega. Fonte: Cuffie e Cuffie (Facebook)
Headphone eletrostático Stax SR-Omega. Fonte: Cuffie e Cuffie (Facebook)

Devido a sua última grande falha, a empresa de apenas 15 funcionários, acabou declarando falência em 1995. Um ano depois, em 1996, para a felicidade de seus fãs, a companhia foi revivida.

Em 2011, a Stax acabou sendo vendida para a fabricante de caixas de som chinesa Edifier, que anunciou a aquisição de 100% do capital da empresa. E embora muitos pensassem que isso faria com que a empresa se acabasse, o presidente e CEO da Edifier, Wendong Zhang, chegou a escrever um comunicado no site da empresa dizendo que pretende manter a Stax da mesma forma como ela sempre foi e que a única coisa que ele deseja é que sua tecnologia única seja nutrida e se expanda mais ainda.

Headphones eletrostáticos Stax. Fonte: Blog E-earphone
Headphones eletrostáticos Stax. Fonte: Blog E-earphone

O atual presidente da Stax, Yoshimoto Nakata, segundo o site robbreport, elogiou a Edifier pelo excelente trabalho que a empresa vem fazendo para elevar o nível da desenvolvedora de headphones eletrostáticos.

"Depois que a Stax foi comprada pela Edifier, nossas instalações de fabricação e equipamentos de teste de som foram aprimorados bastante, e o valor de nossa marca cresceu em todo o mundo. Continuaremos a buscar o melhor som, elevando nossos produtos de áudio eletrostático a um nível superior."

Tecnologia dos headphones eletrostáticos

Os headphones eletrostáticos utilizam drivers eletrostáticos. Este tipo de alto-falante não necessita de campo magnético nem imãs e nem partes móveis ligadas ao diafragma, ao invés disso ele utiliza duas placas de metal perfuradas e um filme extremamente fino no meio. Para fazer com que o filme (diafragma) se mova, é aplicada uma alta carga elétrica estática nas placas. Quando as tensões são aplicadas nas placas, a atração e repulsão estática fazem com que todo o diafragma se mova sozinho. O diafragma é tão fino que pesa menos do que o ar em torno dele, e não tem ressonâncias ou armazenamento de energia.

Driver eletrostático da fabricante Stax. Fonte: Blog E-earphone
Driver eletrostático da fabricante Stax. Fonte: Blog E-earphone

Devido ao modo de funcionamento do driver eletrostático ser dessa forma, consegue-se ter um tempo de resposta extremamente rápido e preciso gerando um som extremamente transparente, correto, detalhado. A única dificuldade da grande maioria dos fones que possuem essa tecnologia é a questão dos graves que costumam não ter muito impacto.

Amplificador para fones de ouvido eletrostáticos

Fone Stax SR-009S e seu amplificador eletrostatico (energizer). Fonte: Currawong (YouTube)
Fone Stax SR-009S e seu amplificador eletrostatico (energizer). Fonte: Currawong (YouTube)

Chamados de energizers (confira os feitos pela Stax aqui), os amplificadores de fones de ouvido eletrostáticos necessitam de uma voltagem para funcionar e foram feitos exclusivamente para esta tecnologia de fones de ouvido. Devido a isto, infelizmente não é possível utilizar headphones eletrostáticos em amplificadores comuns e nem fones de ouvido que possuem outra tecnologia conectados a um energizer, simplesmente são incompatíveis.

O que os fones de ouvido eletrostáticos possuem de diferente

Headphone Sennheiser HE90 Fonte: Foto tirada por Leonardo Drummond)
Headphone Sennheiser HE90 Fonte: Foto tirada por Leonardo Drummond)

Devido a tecnologia utilizada, que permite mover o diafragma a uma grande velocidade, se obtém um extremo detalhamento devido a sua capacidade de resposta a estímulo elétrico. A sensação é por vezes física e você chega a ter a impressão de sentir o impacto do som dos instrumentos. Exemplo da superioridade dos fones de ouvido eletrostáticos é o Sennheiser HE-90, que foi tido como um dos melhores, se não o melhor fone de ouvido já feito por muitos anos, que inclusive ganhou um sucessor, o Sennheiser HE-1. Evidentemente a Stax não queria ficar para traz e chegou a produzir fones como o Stax SR-Omega e o Stax SR-009 (hoje há uma versão revisada chamada SR-009S).

Confira em detalhes o que os fones de ouvido eletrostáticos possuem de diferente comparado às outras tecnologias de headphones neste artigo.

Lançamento e preço

Já é possível comprar os headphones eletrostáticos Stax e seus amplificadores próprios (energizers) através do site staxaudio criado pela Edifier exclusivamente para os fones de ouvido da marca japonesa. Abaixo os valores dos kits:

  • Headphone Stax SL-R500 MKII + amplificador Stax SRM-D10: R$ 11.999,00
  • Headphone Stax SL-R700 MKII + amplificador Stax SRM-353X: R$ 19.999,00
  • Headphone Stax SR-009S + amplificador Stax SRM-700T: R$ 59.999,00

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Conteúdo relacionado

Quais os tipos de tecnologias existentes em fones de ouvido - Básico sobre fones
Fones de Ouvido

Quais os tipos de tecnologias existentes em fones de ouvido - Básico sobre fones

Neste capítulo será explorado mais a fundo o assunto e falaremos sobre as diversas tecnologias embarcadas nos drivers dos fones. Existem basicamente quatro diferentes tecnologias de drivers que podem ser aplicadas de forma separada ou conjunta (nesse caso, o fone é chamado de híbrido).

A história das principais marcas tradicionais de fones de ouvido do mundo - Parte 1
Fones de Ouvido

A história das principais marcas tradicionais de fones de ouvido do mundo - Parte 1

Confira a história das principais desenvolvedoras de fones de ouvido tradicionais do mundo. Saiba como surgiram e o que já produziram.

Quais são os tipos de fones existentes - Básico sobre fones
Fones de Ouvido

Quais são os tipos de fones existentes - Básico sobre fones

As pessoas preferem determinado tipo de fone por diversos motivos, seja por conforto, por portabilidade, pelo tipo de atividade que será utilizado ou por simplesmente se sentir muito incomodado quando utiliza determinado tipo.