Google Play Store classifica games violentos como seguro para crianças

PlayStore possui vários conteúdos com classificação adequada para crianças, incluindo jogos violentos. O problema é sério, e precisa ser revisto pelo Google.

Por | @oficinadanet Google Pular para comentários

Os games costumam render muito assunto, principalmente os considerados violentos. No Brasil, no último ataque que ocorreu em uma escola em São Paulo, em que atiradores deixaram várias vítimas, muitos atribuíram o episódio às consequências de jogos violentos.

Agora, uma questão veio à tona. Na Play Store, os problemas de classificação de conteúdos apropriados para crianças estão inadequados. No local, vários aplicativos estão sendo classificados como seguros para crianças, porém, eles são bastante violentos.

O game Mad Max Zombie é um deles, considerado PEGI 3, que é o sistema europeu de classificação por faixa estaria de conteúdos. O nível 3 indica que ele é adequado para todas as idades. Porém, quem conhece o game, sabe que não é.

Google Play Store classifica games violentos como seguro para crianças.Google Play Store classifica games violentos como seguro para crianças.

Outros títulos também foram encontrados com o mesmo problema, incluindo o jogo Baby Panda Dental Care, que mostra de modo bastante grosseiro como puxar o dente de um animal.

De acordo com o site Wired, foram encontrados 52 títulos com problemas de classificação e também jogos de máquinas caça-níqueis e aplicativos com solicitações suspeitas. Do total, 16 deles foram removidos imediatamente ou relançados com classificações e permissões adequadas.

De qualquer forma, ainda não está claro quantos outros continuaram sem qualquer alteração, sendo que alguns desses jogos possuem mais de 100 mil instalações.

Vale mencionar que as normas de segurança do Google, mesmo que siga os padrões da Microsoft Store e do Nintendo eShop, não apresenta os games do mesmo modo, o que permite aos desenvolvedores que mintam sobre a classificação de um aplicativo para conseguir passar pelo controle da plataforma.

O problema, claro, é bastante sério, e fica o alerta aos pais e responsáveis para que verifiquem os que os filhos realmente estão acessando.

Fonte: Engadget

Mais sobre: jogos, play store, google
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal