Oficina da Net Logo

Frostpunk ganha prêmio de Melhor Jogo do BIG Festival 2018

Veja todos os ganhadores do Festival de Jogos Independentes do Brasil 2018.

Por | @ingridjank Games Pular para comentários

O BIG Festival deste ano está chegando ao seu fim, e ontem (28) os melhores jogos foram premiados. Na categoria de Melhor Jogo, o ganhador foi o Frostpunk, um game do estúdio polonês 11 bit Studios, que foi para casa com a melhor premiação do festival. O festival é conhecido por premiar jogos independentes de desenvolvedores brasileiros e internacionais, agora na sua sexta edição.

A sinopse de Frostpunk diz: "Em um universo completamente congelado, as pessoas desenvolveram uma tecnologia a vapor para lidar com o frio. A sociedade em seu formato atual tornou-se ineficaz e precisou ser alterada para sobreviver." O jogo também permite que os jogadores criem e construam cidades e sociedades, e adquiram habilidades de sobrevivência e estratégia, tudo ambientado pelos anos de 1886.

Em relação à categoria de Melhor Jogo Brasileiro, quem ganhou foi o título No Heroes Here, da Mad Mimic Interactive, que também levou o prêmio de Melhor Jogo por Voto Popular. Outros games brasileiros também ganharam algumas categorias, como o Fofuuu e Big Impact: Educacional, por Melhor Jogo Infantil. Leia em destaque: Lançamentos de jogos da semana (12/11 a 18/11).

As categorias desta edição foram 15 no total, com três delas sendo adicionadas neste ano, que são: Melhor Jogo de Estudante, Melhor Multiplayer e Melhor Jogo Infantil. De resto, as categorias e seus respectivos ganhadores (em negrito) foram:

Melhor Jogo:

  • Dead Cells (Motion Twin), da França
  • Frostpunk (11 bit Studios), da Polônia
  • 39 Days to Mars (It's Anecdotal), da Nova Zelândia
  • Semblance (Nyamakop), da África do Sul
  • Cultist Simulator (Weather Factory), do Reino Unido
  • Galaxy of Pen and Paper (Behold Studios), do Brasil
  • UNSIGHTED (Studio Pixel Punk), do Brasil

Melhor Jogo Brasileiro:

  • Rock & Rails (Black River Studios)
  • UNSIGHTED (Studio Pixel Punk)
  • Galaxy of Pen and Paper (Behold Studios)
  • No Heroes Here (Mad Mimic Interactive)
  • Hexarmonic (6 side studios)
  • Alkimya: Memories of The Last Alchemist (Bad Minions)
  • Radar Warfare (DreamRoad Productions)
  • Roguemance (Lucas Molina)
  • Until Dead - Think to Survive (Monomyto Game Studio)
  • IN (Epopeia Games)

Melhor Jogo da América Latina:

  • Ship Ahoy! (OKAM Studio), da Argentina
  • Rock of Ages 2: Bigger and Boulder (ACE Team), do Chile
  • Iron Marines (Ironhide Game Studio), do Uruguai
  • The Last Friend (The Stonebot Studio), do El Salvador
  • Darkestville Castle (Epic LLama), da Argentina

Melhor Arte:

  • Dead Cells (Motion Twin), da França
  • 39 Days to Mars (It's Anecdotal), da Nova Zelândia
  • Chuchel (Amanita Design), da República Checa
  • Semblance (Nyamakop), da África do Sul
  • Luna (Funomena LLC), dos Estados Unidos
  • The Gardens Between (The Voxel Agents), da Austrália
  • Haimrik (Below The Game), da Colômbia

Melhor Narrativa:

  • Path to Mnemosyne (SPHERICAL PIXEL S.L), da Espanha
  • 39 Days to Mars (It's Anecdotal), da Nova Zelândia
  • Tacoma (Fullbright), dos Estados Unidos
  • Where The Water Tastes Like Wine (Dim Bulb Games), dos Estados Unidos
  • The Mooseman (Vladimir Beletskiy), da Rússia
  • All Walls Must Fall (inbetweengames UG), da Alemanha
  • STAY (Appnormals Team), da Espanha

Melhor Gameplay:

  • Frostpunk (11 bit Studios), da Polônia
  • Dead Cells (Motion Twin), da França
  • Keyboard Sports - Saving QWERTY (Triband), da Dinamarca
  • Semblance (Nyamakop), da África do Sul
  • Cultist Simulator (Weather Factory), do Reino Unido
  • DYO (Team DYO), da Alemanha
  • Slime Rancher (Monomi Park), dos Estados Unidos

Inovação:

  • Tacoma (Fullbright), dos Estados Unidos
  • DYO (Team DYO), da Alemanha
  • Haimrik (Below The Game),da Colômbia
  • Cultist Simulator (Weather Factory), do Reino Unido
  • Motif. (Yeta Game), da Turquia
  • At Sundown (Mild Beast Games), dos Estados Unidos
  • FROST (kunabi brother), da Áustria

Melhor Som:

  • Double Kick Heroes (Headbang Club), da França
  • Chuchel (Amanita Design), da República Checa
  • Rhythm Doctor (7th Beat Games), da Malásia
  • Luna (Funomena LLC), dos Estados Unidos
  • 39 Days to Mars (It’s Anecdotal), da Nova Zelândia
  • Hexarmonic (6 side studios), do Brasil

BIG Impact: Categoria Educacional:

  • Rango Cards (Fira Soft), do Brasil
  • Marvellous Inc. (Marvellous Soft), do Brasil
  • Alfabééto (Spacefrog), do Brasil
  • Slice Fractions 2 (Ululab), do Canadá
  • Geração Água (Universidade Feevale - LOA - Laboratório de Objetos de Aprendizagem), do Brasil

(Foto: Jovem Nerd)(Foto: Jovem Nerd)

BIG Impact: Categoria Questões Sociais:

  • Fofuuú (FOFUUU SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS PARA SAÚDE E EDUCAÇÃO LTDA), do Brasil
  • The Mooseman (Vladimir Beletskiy), da Rússia
  • Florescer (PugCorn), do Brasil
  • HEADLINER (Unbound Creations LLC), dos Estados Unidos
  • Lenin - The Lion (Lornyon - João Bueno), do Brasil

Melhor jogo de Estudante:

  • DYO (Desenvolviido por Team DYO, na Instituição HTW Berlin), da Alemanha
  • Muddledash (Desenvolvido por slampunks, na Instituição University of Edinburgh), do Reino Unido
  • At Sundown (Desenvolvido por Mild Beast Games, na Instituição University of Southern California), dos Estados Unidos
  • Motif. (Desenvolvido por Yeta Game, na Instituição Hacettepe University & Gazi University from Turkey), da Turquia
  • Impulsion (Desenvolvido por Driving Force Games, na Instituição Institut de l'Internet et du Multimédia), da França

Melhor Multiplayer:

  • ARENA GODS (Supertype), dos Estados Unidos
  • No Heroes Here (Mad Mimic Interactive), do Brasil
  • At Sundown (Mild Beast Games), dos Estados Unidos
  • Muddledash (slampunks), do Reino Unido
  • Treadnauts (Topstitch Games), dos Estados Unidos

Melhor Jogo Infantil:

  • Chuchel (Amanita Design), da República Checa
  • Alfabééto (Spacefrog), do Brasil
  • Luna (Funomena LLC), dos Estados Unidos
  • Fofuuú (FOFUUU SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS PARA SAÚDE E EDUCAÇÃO LTDA), do Brasil
  • St. Ives (StoryMax), do Brasil

Melhor Jogo de Realidade Virtual:

  • Luna (Funomena LLC), dos Estados Unidos
  • Ship Ahoy! (OKAM Studio), da Argentina
  • The Invisible Hours (TEQUILA WORKS), da Espanha
  • Primordian (Stonepunk Studios, LLC), dos Estados Unidos
  • Rock & Rails (Black River Studios), do Brasil

Leia também:

MAIS SOBRE: #BIG 2018  #jogos  #melhor jogo  #festival
Comentários
Carregar comentários