Coronavírus: Facebook vai doar US$ 100 milhões para ajudar pequenas empresas

Buscando ajudar empresas menores a enfrentar os impactos econômicos causados pelo coronavírus, o Facebook anunciou a doação de US$ 100 milhões, que será distribuído em dinheiro e créditos de anúncio.

Coronavírus: Facebook vai doar US$ 100 milhões para ajudar pequenas empresas

O surto de coronavírus tem afetado não apenas a saúde das pessoas, mas também diversos setores da indústria. Empresas de tecnologia estão enfrentando problemas devido a disseminação do vírus, que já infectou e matou milhares de pessoas ao redor do mundo. A Apple, por exemplo, fechou todas as lojas fora da China para garantir a saúde de seus funcionários e clientes.

Agora, o Facebook resolveu ajudar pequenas empresas a enfrentar os impactos econômicos causados pelo coronavírus. A companhia de Mark Zuckerberg anunciou a doação de US$ 100 milhões, valor que será distribuído em forma de doações em dinheiro e créditos de anúncio para 30 mil negócios em mais de 30 países. Ainda não sabemos se o Brasil entrará na lista.

Essa proposta tem como intuito ajudar pequenas empresas em suas despesas com salários, operações e aluguéis, dado que muitas estão vendo seus lucros caírem devido a quarentena. Sheryl Sandberg, vice-presidente de operações do Facebook, disse em um comunicado: "Pequenos negócios são os batimentos cardíacos de nossas comunidades, e muitas das pessoas que trabalham nesses negócios foram afetadas fortemente pela crise. Quanto mais tempo essa crise durar, maior é o risco para os pequenos negócios e os meios de subsistência de seus proprietários e empregados".

Já existe uma página dedicada para esse projeto, mas até o momento ela apenas explica o funcionamento da doação e oferece a possibilidade de informar seu e-mail para ser notificado quando a iniciativa começar, algo que deve acontecer nas próximas semanas. O Facebook também disponibilizou uma central com dicas para ajudar pequenas empresas a enfrentar momentos de crise.

Outra medida anunciada recentemente pela rede social é o pagamento de US$ 1.000 (R$ 5.087) extra para seus funcionários. Estima-se que o Facebook tenha aproxidamente 45 mil empregados direto. Vale lembrar que outras empresas também adotaram medidas para ajudar empregados e pequenos negócios durante o surto de coronavírus. O Uber Eats, por exemplo, suspendeu a taxa de entrega para todos os restaurantes e lanchonetes cadastradas.

Acer Nitro 5: Não compre sem ver esse vídeo!

Comentários
Minha foto
Insira um comentário