Oficina da Net Logo

Facebook inicia os testes de assinatura paga em grupos

Os membros terão liberdade de administrar as assinaturas de grupos através do próprio aplicativo para Android e iOS.

Por | @oficinadanet Facebook

Na quarta-feira (20), o Facebook anunciou que irá permitir aos administradores de grupos cobrarem por conteúdos exclusivos. A rede social já começou os testes com um pequeno número de grupos, que podem postar vídeos, tutoriais e ainda outros post para os seus assinantes.

A ferramenta em questão irá funcionar como um subgrupo principal, com acesso restrito a quem paga mensalidade. Os valores variam de US$ 4,99 (cerca de R$ 18 em conversão direta, que exclui impostos brasileiros) a US$ 29,99 (cerca de R$ 110).

De acordo com comunicado oficial, a intenção é permitir aos administradores que dediquem ainda mais tempo aos grupos do Facebook. O post, que é assinado por Alex Deve, diretor de produto para grupos, diz que a remuneração foi pedida por pessoas que mantém grupos como um meio de permitir mais investimentos na comunidade.

A ferramenta em questão irá funcionar como um subgrupo principal, com acesso restrito a quem paga mensalidade. A ferramenta em questão irá funcionar como um subgrupo principal, com acesso restrito a quem paga mensalidade.

Leia também:

“Os grupos de assinatura foram criados para administradores oferecerem essa experiência com ferramentas internas”, diz o Facebook.

“Nós sabemos que administradores investem seu tempo e energia para manter seus grupos, e alguns disseram para nós que eles gostariam de ferramentas para ajudá-los a continuar investindo em suas comunidades e angariar mais membros”, explica Deve.

O Facebook diz que todo o dinheiro arrecadado será redirecionado de modo integral aos administradores.  Dessa forma, ambas plataformas terão 30% da receita do grupo no primeiro ano de assinatura do usuário e 15% nos restantes. Pelo menos durante o período de testes. “Isso não é sobre dinheiro, mas sobre a nossa comunidade”, explica Deve.

Os membros terão liberdade de administrar as assinaturas de grupos através do próprio aplicativo para Android e iOS.

Alex Deve ainda não informou quando nem se a ferramenta de subgrupos pagos estará disponível para todos usuários no Facebook.

COMPARTILHE
Comentários
Carregar comentários