Nave da NASA coletou amostras demais de asteroide e está vazando pelo espaço

Uma semana depois de coletar uma amostra do asteroide próximo à Terra, Bennu, a espaçonave OSIRIS-REx da NASA se encontra com vazamentos da coleta.

Imagem: Divulgação NASA
Imagem: Divulgação NASA


Uma espaçonave da NASA foi tão bem-sucedida em pegar destroços de um asteróide que se lançava no espaço a milhões de quilômetros da Terra, que coletou muito e agora está derramando sua preciosa carga de volta ao vazio.

Na primeira tentativa da agência espacial de coletar amostras de um asteróide, a espaçonave Osiris-Rex tocou brevemente o asteróide Bennu no início desta semana.

Mas os cientistas agora sabem que ele coletou muito mais material do que o esperado e seu recipiente de amostra está totalmente aberto.

"Somos quase vítimas de nosso próprio sucesso aqui", disse o cientista-chefe da missão, Dante Lauretta, da Universidade do Arizona.

Lauretta disse que não há nada que os controladores de vôo possam fazer para limpar as obstruções e impedir que mais pedaços de Bennu escapem, a não ser colocar as amostras em sua cápsula de retorno o mais rápido possível.

A equipe de vôo estava lutando para colocar o recipiente de amostra na cápsula já na terça-feira, muito mais cedo do que o planejado originalmente, para a longa viagem de volta para casa.

Uma nuvem de partículas de asteróide pode ser vista girando em torno da espaçonave enquanto ela se afasta do asteróide.

A situação pareceu se estabilizar, segundo Lauretta, uma vez que o braço do robô foi travado no lugar, mas era impossível saber exatamente quanto material já havia sido perdido. O requisito para a missão era trazer de volta um mínimo de 2 onças (60 gramas).

Por causa da mudança repentina dos eventos, os cientistas não saberão quanto a cápsula de amostra está segurando até que esteja de volta à Terra. As amostras não voltarão até 2023, sete anos após a decolagem da espaçonave.

A complicada missão de 675 milhões de euros, que começou com um lançamento em 2016, deve fornecer informações sobre os blocos de construção do sistema solar.

Inicialmente, eles planejaram girar a espaçonave para medir o conteúdo, mas essa manobra foi cancelada, pois poderia derramar ainda mais detritos.

O melhor celular intermediário para importar?

Conteúdo relacionado

Nasa pousa em asteroide Bennu para coletar amostras
Ciência

Nasa pousa em asteroide Bennu para coletar amostras

A nave espacial Osiris-Rex da NASA pousou brevemente no grande asteróide Bennu, que é tão antigo quanto a Terra e pode trazer pistas importantes sobre a formação do universo.

Nasa fará live de pouso da nave Osiris-Rex no asteróide Bennu
Ciência

Nasa fará live de pouso da nave Osiris-Rex no asteróide Bennu

O caçador de asteróidesOsiris-Rex da NASA tentará roubar souvenirs espaciais do ateróide Bennu nesta terça-feira durante tranmissão ao vivo.

O Paradoxo de Fermi e por que nunca encontramos vida no universo
Ciência

O Paradoxo de Fermi e por que nunca encontramos vida no universo

Segundo um recente estudo há mais estrelas no universo do que grãos de areia no planeta Terra. Há 70 septiliões de estrelas, 17 bilhões de planetas similares à Terra apenas na Via Láctea, uma dos tantos bilhões de galáxias por aí e você realmente acha que estamos sozinhos no universo? Bitch, please.