Quanto tempo o Coronavírus sobrevive em superfícies?

Com esta crise pandêmica que vivemos, muitas pessoas estão preocupadas com a propagação do vírus em materiais que tocam. Saiba quanto tempo o Coronavírus sobrevive em superfícies como metal, plástico e tecidos.

Quanto tempo Coronavírus sobrevive em superfícies?
Quanto tempo Coronavírus sobrevive em superfícies?

Em meio a uma Pandemia que estamos vivendo nesses últimos tempos desde que a doença apareceu na China no final do ano de 2019, o Coronavírus com nome científico de COVID-19, se espalhou rapidamente em todo o mundo. Esse vírus é transmitido através de gotículas respiratórias ou contato físico. Qualquer pessoa que tenha contato próximo de 1 metro com pessoas com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta a infecção. Mas afinal, quanto tempo o Coronavírus sobrevive em superfícies?

Antes de mais nada, é importante lembrar que o Coronavírus pertence a uma família de vírus que causam problemas respiratórios, os primeiros casos humanos foram isolados em 1937. Porém, foi em 1965 que o vírus foi nomeado como Coronavírus, devido ao seu perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

O grupo de pessoas que corre o maior risco de contaminação são os idosos, que tem seu sistema imunológico mais debilitado. Porém, há também outras pessoas que se encaixam nos grupos de riscos, sendo: diabéticos, hipertensos, quem tem insuficiência renal crônica, quem tem doença respiratória crônica e quem tem doença cardiovascular.

Devido a todos esses fatos, muitas pessoas estão ficando em casa em quarentena para não pegar o vírus e nem transmitir para outras pessoas. Beijos e abraços estão tecnicamente proibidos entre pessoas conhecidas. Para aqueles que ainda precisam sair para rua, trabalhar, ir ao mercado e farmácias, há algumas restrições.

Quanto tempo o Coronavírus sobrevive em superfícies?

Plástico e aço inox são os materiais onde o vírus resiste por mais tempo. Um estudo divulgado na terça-feira (17) na revista científica "New England Journal of Medicine", afirma que o Coronavírus consegue sobreviver até 3 dias em algumas superfícies, como plástico ou aço.

O estudo foi realizado por cientistas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), da Universidade da Califórnia, de Los Angeles e de Princeton. Foi avaliado a resistência do vírus em cinco materiais diferentes, e mostra que o novo coronavírus fica "mais estável" em plástico e aço inoxidável, que são materiais com maior uso no dia a dia da população.

Vamos ao tempo em que o Coronavírus sobrevive em superfícies:

  • Aço inoxidável: 72 horas (3 dias)
  • Plástico: 72 horas (3 dias)
  • Papelão: 24 horas (1 dia)
  • Cobre: 4 horas
  • Aerossolizada/poeiras: 40 minutos a 2h 30 minutos

A pesquisa simulou uma pessoa tossindo ou espirrando usando nebulizador e foi descoberto que o vírus se tornou uma espécie de poeira, sendo que suas partículas ficam suspensas no ar, sobrevivendo por quase três horas.

Tecidos

O virologista e integrante do centro de pesquisa de vacinas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), dr. Flávio Fonseca, explica que não existe estudos sobre a viabilidade do vírus em diferentes tipos de tecidos. Porém, os trabalhos com outros patógenos apontam que os vírus podem sobreviver de 72 a 96 horas nos panos.

Plásticos e itens congelados

Ainda em conversa com Flávio Fonseca, ele diz: "Normalmente, se você pega uma amostra e congela e depois descongela, o vírus se mantém viável. A gente costuma congelar as amostras de vírus a -20°C, ao descongelar, maior parte dessas partículas continuam viáveis. Com muito pouca perda."

Antigos Coronavírus e seu tempo de resistência

Em um outro estudo, realizado pelos pesquisadores da Universidade de Medicina de Greifswald na Alemanha, foi feita a revisão de estudos já divulgados sobre os outros tipos de coronavírus: o SARS-CoV e o MERS-CoV.

Neste trabalho, foi verificado que estes vírus sobrevivem as superficies das seguintes formas:

  • Aço - a 21°C - 5 dias
  • Alumínio - a 21°C - 4 a 8 horas
  • Vidro - a 21°C - 5 dias
  • Plástico - temperatura ambiente - 2 a 6 dias
  • PVC - a 21°C - 5 dias
  • Borracha de silicone - a 21°C - 5 dias
  • Luva de latex - a 21°C - 8 horas
  • Cerâmica - a 21°C - 5 dias
  • Teflon- a 21°C - 5 dias

De acordo com o estudo que ainda não há resultados do atual Coronavírus, em diferentes tipos de materiais ele pode permanecer infeccioso entre 2 horas até 9 dias. Considerando que o estudo observou diferentes tipos de Coronavírus, alguns deles têm menos resistência a temperaturas mais elevadas, como 30° ou 40° C.

Como prevenir o contágio do COVID-19

Quanto tempo o Coronavírus sobrevive em superfícies?

  • Lave as mãos até a metade do pulso, esfregando também as partes internas das unhas.
  • Usar álcool gel 70° para limpar as mãos antes de encostar em áreas como olhos, boca e nariz.
  • Tossir ou espirrar levando o rosto à parte interna do cotovelo.
  • Evitar multidões.
  • Usar máscara caso apresente sintomas.
  • Evitar tocar o nariz, olhos e boca antes de limpar as mãos.
  • Manter a distância de pelo menos 1 metro de pessoas espirrando ou tossindo.
  • Limpar com álcool objetos tocados frequentemente.
  • Evitar cumprimentar com beijos no rosto, apertando as mãos ou abraçando.
  • Evitar sair de casa, caso apresente algum sintoma da gripe.
  • Utilizar lenço descartável quando estiver com nariz escorrendo.
  • Se informar sobre métodos de prevenção e passar informações corretas.

Com todas essas dicas e agora que você está mais informado sobre esse vírus, nada como colocar em prática todas elas. Se você está em casa de quarentena, aproveita para ler outras matérias em nosso site.

Via: Globo.com

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário